Auxílio INSS: Segurado pode RECEBER BENEFÍCIO sem período de CARÊNCIA!

Vinicius Colares
Atualizado Hoje!

Auxílio INSS – Confira mais detalhes sobre quem pode ter em mãos o Auxílio do INSS sem precisar se preocupar com carência!

Você ainda está em dúvidas sobre quais são as ajudas que você e a sua família possuem direito? Por isso é importante conferir detalhes sobre o Auxílio do INSS em que o segurado pode receber o benefício sem período de carência

Esse cenário existe para milhares de brasileiros e brasileiros em situações específicas. Por isso você deve ficar sempre ligado para entender como são os requisitos e regras para que isso aconteça. 

A seguir vamos trazer esses detalhes. Entenda e saiba exatamente quais são os beneficiários que poderão ter esses valores sem precisar ficar preocupados com o tempo de validades ou com parcelas limitadas. 

Auxílio INSS
Imagem: Divulgação

Carência Auxílio INSS

Muitas pessoas ficam preocupadas com a carência do Auxílio do INSS. Isso porque muitos cidadãos precisam dos valores disponibilizados pelo Instituto Nacional do Seguro Social durante todo o ano, não apenas por um prazo. 

14º Salário para Beneficiários do INSS; Nova Proposta do Senado!

O período de carência é justamente o tempo específico em que um beneficiário poderá contar com uma ajuda desse órgão ligado do Governo Federal. Em geral, existem prazos definidos no momento da inscrição para receber os valores. 

No caso específico do auxílio-doença, por exemplo, a carência é por um período de 12 contribuições mensais. Depois disso, o cidadão deve renovar ou então voltar às atividades laborais. 

Auxílio INSS sem período de carência

É importante lembrar, porém, que é possível obter um auxílio-doença do INSS sem período de carência. Esse caso específico é voltado para os segurados que possuem algum tipo de incapacidade laboral. 

Isso pode acontecer por meio de um acidente ou então uma doença de trabalho ou “natural”. Nesse caso a previdência Social garante os valores indefinidamente para quem está incapacitado de exercer sua vida laboral. 

Antes de saber quais são as doenças que garantem auxílio sem carência é importante saber que existem dois tipos de auxílio-doença:

  • Auxílio-Doença Comum: para casos considerados “comuns”; 
  • Auxílio-Doença Acidentário: específico para doenças ocupacionais e acidentes de trabalho. 

Vamos falar a seguir do primeiro tipo com uma lista de doenças que podem garantir o benefício sem o prazo de 12 meses. 

Auxílio-Doença sem carência

Mas então quem pode receber auxílio-doença sem período carência? Existe uma lista específica de enfermidades que podem garantir os benefícios sem prazos. São elas:

  • Mal de Parkinson;
  • Síndrome da imunodeficiência adquirida-AIDS;
  • Esclerose múltipla;
  • Espondiloartrose anquilosante;
  • Paralisia irreversível e incapacitante;
  • Contaminação por radiação;
  • Cegueira;
  • Tuberculose ativa;
  • Alienação mental;
  • Hanseníase;
  • Neoplasia maligna;
  • Hepatopatia grave;   
  • Caso grave de doença de Paget;
  • Cardiopatia grave;
  • Nefropatia grave.

É importante lembrar também que a maioria dessas doenças não possuem idade específica para acometer o trabalhador. Portanto, isso pode garantir direito à aposentadoria por doença sendo que o primeiro passo é pedir o auxílio-doença e depois passar por perícia médica que vai comprovar a incapacidade de reabilitação. 

Documentos para solicitação Auxílio INSS sem carência

Por fim, vamos trazer detalhes sobre os documentos para solicitação do Auxílio INSS sem carência. Existe uma lista de dados que são solicitados por todos os interessados em pedir esse benefício. 

A lista atual com a documentação para auxílio-doença é:

  • Carteira de trabalho;
  • Documento de identificação oficial com foto;
  • Documentos médicos decorrentes de seu tratamento: nesse caso é possível usar atestados, exames e relatórios médicos;
  • Número do CPF;
  • Declaração assinada pelo empregador, informado a data do último dia de trabalho;
  • Carnês de contribuição ou documentos que comprovem pagamento ao INSS. 

Benefício de R$ 1.045 para quem nunca contribuiu com o INSS: Veja quem tem DIREITO e como SOLICITAR

 

Leia Também