Auxílio-Gás NACIONAL: pagamentos começam no final de janeiro, confira as regras para receber

Saiba como receber o Auxílio-Gás Nacional em 2024 e aliviar as despesas com o gás de cozinha. Confira as regras e prazos de pagamento.

O Auxílio-Gás Nacional é uma iniciativa do governo federal que chega em 2024 para auxiliar as famílias de baixa renda a enfrentarem o desafio do alto custo do gás de cozinha.

Este programa, criado em 2021, oferece suporte financeiro a cada dois meses, correspondente ao valor médio nacional de um botijão de 13 kg de GLP (gás liquefeito de petróleo), conforme calculado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Receba o Auxílio-Gás em janeiro e garanta apoio financeiro para enfrentar os altos custos do GLP. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

Como se beneficiar do Auxílio-Gás Nacional

Para se tornar elegível ao Auxílio-Gás, as famílias devem estar inscritas no CadÚnico, o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. A admissão no programa é permitida para famílias com renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou com renda total de até três salários mínimos. Além disso, indivíduos que vivem sozinhos ou em situação de rua também podem se inscrever.

Veja também: Programa Pé de Meia: auxílio mensal de R$ 200,00 e aporte anual de R$ 1.000 por aluno!

Acumulação com outros benefícios

É importante destacar que o Auxílio-Gás Nacional é cumulativo com outros benefícios do governo, como o Bolsa Família e o BPC (Benefício de Prestação Continuada). As datas de pagamento do Auxílio-Gás estão sincronizadas com o calendário do Bolsa Família, permitindo que os beneficiários tenham até 120 dias para realizar o saque.

Cadastro e confirmação

A saber, o processo de cadastro para o Auxílio-Gás acontece em unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social), do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) ou em postos de atendimento do Cadastro Único.

Para efetuar o cadastro, é necessário apresentar um documento de identidade com foto, CPF ou título de eleitor, comprovante de residência e os CPFs de todos os membros da família que compartilham a mesma residência.

Após a inscrição no CadÚnico, os beneficiários podem verificar se foram contemplados com o Auxílio-Gás através dos aplicativos do Bolsa Família e Caixa Tem. Além disso, também é possível consultar através dos seguintes números de telefone:

  • 111 (Caixa); e
  • 121 (Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome).

Valor do Auxílio-Gás

O pagamento do Auxílio-Gás ocorre a cada dois meses e corresponde à média nacional do preço de um botijão de 13 kg de GLP. Este valor passa por mudanças constantes, sendo definido mensalmente pela ANP. Nos últimos meses, o Auxílio-Gás tem mantido uma média de cerca de R$ 100.

Em resumo, o Auxílio-Gás Nacional é uma importante iniciativa do governo federal para aliviar o impacto financeiro do gás de cozinha nas famílias de baixa renda. Com regras claras e a possibilidade de acumulação com outros benefícios sociais, esse programa busca fornecer um suporte essencial às famílias em todo o país.

Por fim, esperamos que este artigo tenha fornecido informações úteis sobre o Auxílio-Gás. Compartilhe essa informação com quem possa se beneficiar e fique atento ao início dos pagamentos no final de janeiro de 2024.

Veja também: Auxílio Brasil ainda está dando o que falar; pagamento de R$ 15 mil depositado em breve