Auxílio-gás de junho foi ANTECIPADO para HOJE (17)? Veja quem tem direito ao benefício em maio!

O pagamento do auxílio-gás pode ser entregue antes do tempo para ajudar brasileiros que estão em situação de vulnerabilidade nesse momento.

Nesta sexta-feira (17/05), a Caixa Econômica Federal iniciou a antecipação dos depósitos do Auxílio-gás, beneficiando milhares de brasileiros que vivem em áreas devastadas por desastres naturais.

Esta medida emergencial é uma das várias ações do Governo Federal destinadas a fornecer suporte rápido e eficiente para famílias que enfrentam situações de calamidade pública.

Recentemente, fortes chuvas e enchentes causaram grandes danos no Rio Grande do Sul, exigindo respostas rápidas e eficazes do governo. Confira os detalhes.

O pagamento do auxílio-gás é de grande importância para os brasileiros. veja quem pode receber antecipadamente.
O pagamento do auxílio-gás é de grande importância para os brasileiros. veja quem pode receber antecipadamente. / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Antecipação do Auxílio-gás em maio

O Auxílio-gás é um benefício social do Governo Federal destinado a ajudar famílias de baixa renda a custear o gás de cozinha.

Geralmente, os pagamentos são realizados bimestralmente, ou seja, a cada dois meses. O próximo pagamento estava previsto para junho de 2024, considerando que o último ocorreu em abril.

No entanto, devido às fortes chuvas e enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul recentemente, o governo decidiu antecipar o pagamento para maio.

Essa medida visa fornecer alívio imediato às famílias que perderam seus bens e precisam de suporte urgente.

Não perca: Saque antecipado de R$ 2 mil no Bolsa Família: veja como conseguir

Data de pagamento do Auxílio-gás

A antecipação do Auxílio-gás será realizada em conjunto com o primeiro dia de repasses do Bolsa Família, já que ambos os programas seguem o mesmo calendário de pagamentos.

Portanto, a partir de hoje, 17 de maio, todos os beneficiários do Rio Grande do Sul com cadastro aprovado já podem acessar os recursos.

O valor do Auxílio-gás é fixo em R$ 100 para todos os inscritos no programa. Para participar, é necessário atender às seguintes exigências:

  • Renda mensal de até meio salário mínimo per capita;
  • Inscrição ativa no Cadastro Único do Governo Federal para Benefícios Sociais (CadÚnico).

Cadastro no CadÚnico

O CadÚnico é a base de dados que reúne informações de famílias brasileiras de baixa renda, sendo essencial para acessar diversos benefícios sociais, incluindo o Auxílio-gás.

Para se inscrever, o responsável familiar deve procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo e apresentar os seguintes documentos:

  • Documento de identificação do responsável familiar;
  • Documento de identificação de cada membro familiar que mora na mesma casa;
  • Comprovantes de renda de todos os membros;
  • Comprovante de endereço.

O responsável familiar também deverá responder um questionário socioeconômico para que o perfil da família seja identificado. Depois, basta aguardar uma nova seleção do governo para começar a receber as parcelas bimestrais.

Veja outro: Governo acaba de LIBERAR consulta à LISTA de exclusão do CadÚnico: veja se seu NOME está no meio!

Antecipação do Bolsa Família

Além da antecipação do Auxílio-gás, o governo também determinou a antecipação do Bolsa Família para os beneficiários gaúchos.

Geralmente, os depósitos do Bolsa Família seguem o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

Contudo, para moradores de municípios que declararam situação de calamidade pública, o pagamento será unificado no primeiro dia de repasses.

Dessa forma, todos já podem receber suas parcelas, uma vez que o calendário de pagamentos começou nesta sexta. Para as antecipações, não será considerado o final do NIS.

Como fazer o saque do Auxílio-gás e do Bolsa Família?

Os depósitos do Auxílio-gás e do Bolsa Família são realizados pela Caixa Econômica Federal, que disponibiliza seus canais de atendimento para saque do benefício:

  • Caixas eletrônicos;
  • Lotéricas;
  • Correspondentes Caixa Aqui;
  • Terminais de autoatendimento.

Além disso, os beneficiários podem movimentar o pagamento pelo aplicativo Caixa Tem, que permite pagamento de boletos, PIX, recarga de celular, entre outros serviços.

Diante da situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul, muitas agências estão inaptas para atendimento ao público.

Por isso, beneficiários podem encontrar dificuldades para sacar o benefício ou acessar o Caixa Tem.

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) garantiu que os recursos permanecerão disponíveis nas contas dos beneficiários.

Assim, caso não consigam acessar os recursos imediatamente, os pagamentos ficarão à disposição para saque nos próximos meses.

Acompanhe mais: Bolsa Família ampliado: donas de casa receberão bônus extra de R$ 400