Auxílio Emergencial VOLTOU? Veja como consultar seu saldo!

Entenda o que está acontecendo com o Auxílio Emergencial; afinal de contas, brasileiros poderão contar com o recebimento de uma nova parcela? Acompanhe!

Hoje em dia, a população brasileira pode contar com a possibilidade de ter acesso a uma série de programas sociais, os quais estão disponíveis por intermédio do Governo Federal. Mais especificamente, disponíveis por intermédio do acesso ao Cadastro Único, grande banco de dados nacional. Embora haja uma série de programas que ainda estão em vigência, outros já foram encerrados.

Esse é o caso, por exemplo, do Auxílio Emergencial, que foi uma medida, aprovada pelo Governo Federal, responsável por contemplar milhões de brasileiros durante os anos de pandemia. Assim, o benefício funcionava como um modo de auxiliar financeiramente a parcela mais vulnerável economicamente da população.

No entanto, o benefício chegou ao fim em 2021, porém, o que muita gente pode não saber é que um determinado grupo ainda poderá contar com o recebimento de parcelas retroativas.

Auxílio Emergencial VOLTOU? Veja como consultar seu saldo!
Saiba mais sobre o Auxílio Emergencial e descubra do que se trata o seu retorno / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

O Auxílio Emergencial voltou?

Em primeiro lugar, é fundamental deixarmos claro que o Auxílio Emergencial não retornou oficialmente. O que está acontecendo é que houve a aprovação, posterior, de que o grupo de pais solteiros e chefes de famílias recebessem parcelas duplas do programa. Isso acontece já que, na época de pagamentos, as mulheres solteiras e chefes de família contaram com o repasse nesse valor.

Logo, sendo assim, ao invés de receberem R$ 600 reais, elas receberam, na verdade R$ 1,2 mil, algo que não foi estendido aos pais que atendiam critérios semelhantes. Com a aprovação tardia dessa medida, agora os pais que pertencem a esse grupo terão direito às parcelas retroativas.

Dito isso, não são novas parcelas sendo pagas, mas, sim, parcelas adicionais, relativas à época original de pagamentos, no ano de 2020.

Para ter direito, é preciso ter recebido, em 2020, as parcelas do Auxílio Emergencial, não ter cônjuge ou companheiro(a), ter ao menos um membro da família com idade inferior a 18 anos, estar desempregado, estar com inscrição no CadÚnico atualizada, e ter renda mensal per capita familiar de no máximo meio salário mínimo, ou renda mensal total de no máximo 3 salários mínimos.

Veja também: Bolsa Estudante 2023: prazo para recebimento do benefício se encerra EM BREVE; veja como se inscrever

Como consultar?

Os valores que serão pagos variam entre R$ 600 a R$ 3 mil, a depender de quando o beneficiário passou a receber as parcelas do benefício.

A consulta pode ser feita pelo portal do Dataprev, por meio do endereço: https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/#/. Para tanto, basta acessar o link e seguir as orientações que aparecem na tela.

Benefícios acessados pelo CadÚnico

  • Bolsa Família
  • Auxílio-Gás
  • Telefone Popular
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • ID Jovem
  • BPC/LOAS
  • Aposentadoria com foco nas pessoas com baixa renda
  • Minha Casa, Minha Vida
  • Isenção para as inscrições referentes ao Enem e aos concursos públicos
  • Carta Social
  • Carteira da Pessoa Idosa
  • Programa de Crédito Fundiário
  • PETI
  • Fomento com foco em atividades rurais produtivas
  • Programa Cisternas
  • Programa de Reforma Agrária
  • Água para todos
  • Bolsa Verde
  • Programa Brasil Alfabetizado

Veja também: Confira todos os apps que podem ENCONTRAR pessoas parecidas com você: conheça seus ‘clones’!