Auxílio Emergencial, PIS/Pasep, INSS e FGTS: Saiba o que você pode Receber!

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

Auxílio Emergencial, PIS/Pasep, INSS e FGTS – Confira alguns dos principais benefícios disponíveis para você durante esse período de crise financeira!

Milhões de brasileiros estão passando por uma instabilidade financeira nesses momentos. Alguns estão procurando alguma forma de melhorar os seus rendimentos e os saques de benefícios do Governo Federal podem ser um alívio. 

Por isso a seguir vamos trazer mais detalhes sobre os principais auxílios disponíveis neste momento. Confira se você pode buscar uma dessas oportunidades e garantir um rendimento extra no início do mês. 

Auxílio Emergencial, PIS/Pasep, INSS e FGTS
Imagem: Divulgação

Auxílio Emergencial de R$ 600,00 ou R$ 1.200,00

Antes de mais nada, vamos começar com o benefício mais procurado: o Auxílio Emergencial de R$ 600,00. Essa é uma ajuda em três parcelas que podem chegar a R$ 1,2 mil em casos específicos de mães de família. 

Muitas pessoas estão procurando todos os dias mais informações sobre esses valores já que dependem desse auxílio para pagar as contas, por exemplo. As últimas informações, porém, são um pouco mais animadoras: foram confirmadas as datas da segunda parcela do Auxílio Emergencial, mesmo com um atraso de duas semanas. 

Mas e quem ainda não recebeu a primeira? O Governo segue recebendo dados e cadastros que são analisados pelo Dataprev e repassados depois de um pente fino para a Caixa. Se você ainda não pediu e quer saber mais detalhes sobre esse programa, como requisitos e como solicitar, acesse o completo Guia do Auxílio Emergencial. 

Saque Emergencial do FGTS

Outro auxílio que está dando o que falar é o Saque Emergencial do FGTS! Nesse caso específico, o Governo liberou novos saques tanto em contas ativas como inativas. É a chance de conseguir um rendimento através do seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. 

O valor do saque emergencial do FGTS é no total de R$ 1.045,00. De acordo com o próprio Governo Federal, todos os trabalhadores poderão contar com essa ajuda mesmo quem está com conta inativa no momento. 

Mas e quando começa o pagamento do FGTS emergencial? A partir do dia 14 de junho! O calendário ainda não foi divulgado com todos os detalhes, mas os saques estarão disponíveis até o dia 31 de dezembro. 

Saiba como consultar o saldo do seu FGTS e como funcionará o saque emergencial no site: https://pronatec.pro.br/saque-emergencial-do-fgts/

Posso sacar o Auxílio + FGTS?

Conforme a economista Laura Pacheco, caso o cidadão se enquadre dentro dos requisitos necessários para receber o auxílio emergencial e tenha ainda algum valor disponível na conta do FGTS, poderá sim receber o valor do FGTS e sacar o auxílio.

Consulta Dataprev Auxílio Emergencial – Como consultar o Benefício!

Entretanto, Laura destaca que são casos excepcionais, uma vez que valores anteriores do FGTS já foram solicitados. Também porque o auxílio de R$ 600,00 é destinado ao regime intermitente e a trabalhadores informais.

Caso o trabalhador tenha sido demitido há pouco tempo, ele pode estar recebendo o seguro-desemprego, condição que o torna inapto para receber o auxílio emergencial.

13º Salário Antecipado

Outra medida ofertada foi a antecipação do 13º salário. Essa medida do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também quer amenizar os impactos na economia nacional graças ao Covid-19. 

A primeira parcela foi paga entre os dias 24 de abril e 08 de maio. Agora milhares de trabalhadores já estão aguardando ansiosamente quando sai a segunda parcela do 13º salário: entre os dias 25 de maio e 05 de junho. 

Nesse segundo momento serão pagos os valores com descontos referentes ao Imposto de Renda. É importante ficar atento já que as datas do pagamento vão conforme o número final do benefício. 

Saiba o que muda nos benefícios do INSS com a suspensão de contratos!

Abono Salarial PIS/Pasep Antecipado

Mais uma notícia para o trabalhador foi a antecipação do abono salarial PIS/Pasep. Foi passado para o dia 29 de maio o saque desses benefício para todas as pessoas que trabalharam de carteira assinada em 2018.

O valor poderá chegar a até um salário mínimo dependendo do tempo de trabalho. A conta é a seguinte: se a pessoa trabalhou um mês, por exemplo, ganhará o equivalente a isso de um salário mínimo, ou seja, R$ 87,08.

Fila do Auxílio Doença INSS

Outra portaria do Governo garantiu o apoio de quem está na fila do Auxílio Doença do INSS. Quem ainda não fez a perícia poderá contar com um repasse de um salário mínimo: R$ 1.045,00. 

Segundo essa definição, a antecipação do benefício para quem está na fila do Auxílio Doença será destinada para o público requerente que ainda estava aguardando. O benefício será dado por três meses ou até o trabalhador passar pela perícia médica. 

Por fim, confira também detalhes sobre os benefícios para quem for demitido durante a pandemia do novo coronavírus: https://pronatec.pro.br/demitidos-durante-a-pandemia-podem-sacar-beneficios-do-fgts-saiba-quais/

 

Leia Também