COMUNICADO URGENTE! Auxílio Emergencial: Mães SOLTEIRAS e LUTA pela PRORROGAÇÃO de R$600 – Não iremos votar! VALOR será Mantido

Vinicius Colares
Atualizado Hoje!

COMUNICADO URGENTE! Auxílio Emergencial – Entenda a movimentação que está sendo feita para pagamento integral de mães chefes de família!

Milhões de brasileiros se mostraram insatisfeitos com o novo valor do Auxílio Emergencial. O corte dos pagamentos pela metade afeta todos os beneficiários, incluindo mães solteiras que recebiam R$ 1,2 mil (duas parcelas de R$ 600). 

Por isso algumas estratégias estão sendo armadas para que os valores sejam mantidos dessa forma e muitas pessoas já estão se mobilizando para tentar reverter isso. Por isso é importante ficar atento exatamente para o atual cenário. 

Entenda o que está acontecendo e qual é a ideia de líderes do Congresso e de parlamentares que são contra essa nova medida. Repasse para amigos e familiares que também estão tentando entender. 

COMUNICADO URGENTE! Auxílio Emergencial
Imagem: Divulgação

Auxílio Emergencial de R$ 300 é definitivo?

Muitas pessoas estão querendo saber se o Auxílio Emergencial de R$ 300 é definitivo. Essa é a intenção do Governo Federal nessa nova prorrogação que surgiu a partir de Medida Provisória que foi divulgada na última semana. 

Acontece, porém, que existem dois lados dessa luta: quem prefere os valores do Auxílio de volta em R$ 600 e aqueles que querem manter o pagamento da nova MP. Por isso o debate ainda segue grande. 

Existem lutas e movimentos (como o #600peloBrasil) que estão afirmando que ainda é possível derrubar essa Medida Provisória já que ela deve ser votada pelo Congresso Nacional. Mas justamente por ser uma MP, o texto passa a entrar em vigor assim que for apresentado. 

Prorrogação do Auxílio por R$ 600

A prorrogação do Auxílio por R$ 600 para mães chefes de família não foi o suficiente já que continua sendo apenas metade do que vinha sendo pago. Esse é o principal público incomodado com a situação já que muitas famílias precisam desses valores. 

Infelizmente, a maioria dos especialistas neste momento aponta para a dificuldade em retomar o pagamento de R$ 1,2 mil para mães de família. Ainda existem caminhos para que isso aconteça, mas é pouco provável e explicamos a seguir os motivos. 

Votação MP Auxílio Emergencial

De acordo com o blog do analista Gerson Camarotti, do G1, uma estratégia do Governo pode ser justamente evitar a votação da MP Auxílio Emergencial. Com isso, os líderes não precisam entrar em embate com a oposição e evitam desgastes. 

Mas é possível não fazer a votação do Auxílio Emergencial? Sim. Como o texto é de caráter de medida provisória, ele entre em vigor assim que for enviado ao Congresso e vale automaticamente por 120 dias. 

Se os líderes deixarem o texto caducar, a MP perderia validade justamente depois do pagamento da última parcela – sem precisar de votação. Se evitar a discussão, o Governo vai evitar também o pedido do retorno do Auxílio de R$ 600.

Ou seja, existe pouca esperança de uma votação para retornar aos valores originais. Mas ainda é necessário aguardar líderes do Congresso da oposição se posicionarem e, quem sabe, conseguirem trazer a votação à tona. 

URGENTE! PRORROGAÇÃO do Auxílio Emergencial para TODOS: Mais 4 PARCELAS

 

Leia Também