Auxílio Emergencial: BENEFICIÁRIOS adotam TÉCNICA do BOLETO – Veja como REALIZAR!

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

Auxílio Emergencial – Confira como fazer o saque do seu Auxílio sem precisa aguardar a data do calendário!

Brasileiros e brasileiras de todas as regiões do país estão aguardando ansiosamente pelas parcelas do Auxílio Emergencial. Com o pagamento dividido em duas partes, porém, muitas pessoas estão precisando adotar a técnica do boleto

E o que isso significa? Isso quer dizer que muitas pessoas precisam do dinheiro antes dos prazos que são definidos pela Caixa Econômica Federal. Para que isso aconteça existe uma técnica que pode facilitar o saque dos valores. 

A seguir vamos falar um pouco mais sobre isso. Confira e entenda exatamente como é possível fazer isso de forma totalmente legal. Fique ligado e faça a transferência rapidamente assim que o dinheiro entrar em sua conta. 

Auxílio Emergencial: BENEFICIÁRIOS adotam TÉCNICA do BOLETO
Imagem: Divulgação

Saque Auxílio Emergencial por boleto

Primeiramente, você sabia da possibilidade de fazer o saque do Auxílio Emergencial por boleto? Muitas pessoas estão usando essa técnica para repassar os valores do benefício para outra conta que não seja a poupança social digital. 

Nesse momento você já deve saber que o Auxílio (bem como o FGTS Emergencial) é creditado pela Caixa Econômica Federal e cai diretamente nessa conta poupança criada pelo banco. Os recursos podem se usados de forma digital: para pagamento de contas e boletos ou compras online. 

O saque em dinheiro do Auxílio, porém, pode demorar até três meses para serem liberados. Por isso uma estratégia está sendo adotada para quem precisa usar o dinheiro em curto prazo e quer transferir ele para outras contas. 

Transferência Auxílio Emergencial por boleto

A transferência do Auxílio Emergencial por boleto pode ser feita inclusive para uma conta no mesmo nome do titular. Existem diversas opções de instituições financeiras que recebem esse tipo de serviço seguindo as regras do Banco Central (BC). 

Existem contas de bancos digitais que facilitam essas transações. Entre as principais estão: NuBank, Mercado Pago e PagSeguro. É importante lembrar que segundo o próprio Banco Central, fazer um boleto em seu próprio nome para transferência entre duas contas NÃO É ATIVIDADE IRREGULAR. 

Em agosto de 2019, o próprio BC já havia declarado que é possível fazer pagamento de boletos para fazer depósitos. Para isso, porém, o documento precisa ser gerado em nome do titular da conta. 

Como funciona transferência do Auxílio por boleto

Mas por fim, como funciona transferência do Auxílio por boleto? Através do Nubank isso pode ser feito sem taxa de manutenção e nada é cobrado para a geração e o pagamento de boletos. O pagamento nesse caso é feito em até três dias úteis e o saque pode ser feito ou transferido para outros bancos. 

Também é possível fazer a antecipação do Auxílio pelo PagSeguro. Como NuBank, você pode criar uma conta digital gratuita sem taxa de manutenção. O passo a passo para isso é:

  • Baixar o aplicativo do Nubank, criar sua conta e clicar no botão ‘Adicionar dinheiro’; 
  • Depois disso selecione a opção boleto e digite o valor que vai ser transferido; 
  • Pronto! O dinheiro é encaminhado em até três dias. 

Outra opção é a transferência pelo Mercado Pago. Essa opção também é gratuita e isso pode ser feito também por transferência por meio de um boleto gerado pelo app Mercado Pago – para pagamento pelo Caixa Tem. 

Quem quiser conferir o passo a passo pelo NuBank poderá acessar o link: https://pronatec.pro.br/auxilio-emergencial-fgts-e-pis-antecipe-o-saque/

 

Leia Também