- Publicidade -

Auxílio doença e acidente – Saiba quando e como solicitar cada um deles

O que é e como solicitar o auxílio-doença e o auxílio acidente

0

Quando um trabalhador sofre um acidente de qualquer natureza, seja ele em seu ambiente de trabalho ou em casa, e se for necessário mais de 15 dias de afastamento médico, ele terá direito a solicitar o auxílio-doença. Esse benefício é concedido através do INSS até que o funcionário retome suas atividades. Porém, se ao voltar ao trabalho a pessoa apresentar qualquer tipo de sequela que seja considerada irreversível decorrente do acidente, ela passa a ter direito ao auxílio acidente.

- Publicidade -

Auxílio doença e acidente - Saiba quando e como solicitar cada um deles
Direitos do trabalhador: auxílio doença e auxílio acidente.  Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O que é o auxílio doença?

O auxílio doença acidentário ou comum (B-91 ou B-31) é um benefício mantido pelo INSS. Ele é concedido em razão de uma capacidade total e temporária do funcionário para realizar suas atividades.

O benefício começa a ser pago a partir do décimo sexto dia de afastamento médico. Os primeiros quinze dias devem ser pagos pelo empregador e tem como foco substituir o salário durante o período de incapacidade causado pela enfermidade, acidente ou prescrição médica.

- Publicidade -

Logo após o recebimento da alta, o trabalhador tem o seu auxílio doença cortado. Isso porque entende-se que a pessoa já está em condições de trabalhar e ganhar o seu próprio sustento, dessa forma, ela pode retornar às suas atividades profissionais.

Veja também:  Benefício de R$ 1.000 para 100 mil pessoas: Desempregados e MEI vão receber o Auxílio

O que é o auxílio acidente?

O auxílio acidente é aplicável nos casos em que o funcionário teve uma sequela para a vida toda por causa do seu acidente. Ele pode ser considerado um benefício de caráter indenizatório, ou seja, ele é dado como forma de compensar um prejuízo.

- Publicidade -

Dessa forma, a previdência irá pagar o benefício ao assegurado que tiver sequelas irreversíveis decorrentes de um acidente de trabalho. O trabalhador deverá passar por uma perícia antes que constate sua real situação. Nesse caso, não há período de carência.

Veja também: Programa Alimenta Brasil: Quem terá direito ao mais novo benefício que começa em janeiro

Valor do auxílio acidente

Por ser considerado um complemento para a renda do trabalhador, o valor do benefício costuma ser equivalente a 50% do salário integral do funcionário. É levado em consideração a média aritmética de todos os salários de contribuição dessa pessoa.

- Publicidade -

O valor do benefício é igual para todos os trabalhadores, isso porque o valor não depende do grau de limitação ou da capacidade de trabalho, ele se mantém apenas no fato de serem sequelas irreversíveis que prejudicam o trabalho da pessoa.

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais