Auxílio de até R$ 1 MIL do governo começa a ser pago em menos de 10 dias: CONSULTE!

Março traz novidades no pagamento do Bolsa Família, feito para todos os brasileiros que atenderem os requisitos do programa. Há também novas regras e exigências. Confira.

O Governo Federal já definiu o novo calendário do auxílio Bolsa Família para o mês de março. O programa, de volta em 2023 após ser extinto no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), trouxe novas regras. A melhor delas, talvez, seja os valores adicionais para as famílias beneficiadas que têm crianças, adolescentes e gestantes.

Neste ano, o valor base do Bolsa Família permanece R$ 600, que vinha sendo pago desde agosto de 2022 pelo Auxílio Brasil. Com os adicionais, no entanto, uma mesma família pode receber até R$ 1 mil por mês. Receber, porém,  não é tão simples. De modo geral, é necessário acompanhar a realidade de cada grupo familiar, além de ter todos os dados atualizados no Cadastro Único (CadÚnico) para garantir o direito ao recebimento. Quer saber mais sobre? Então, siga a leitura.

Fácil e rápido. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

Março traz novos pagamentos do auxílio Bolsa Família

Luiz Inácio Lula da Silva (PT), antes mesmo de assumir a presidência, vinha animando as milhões de famílias com a volta do Bolsa Família. O petista, inclusive, durante a campanha para a disputa presidencial, prometeu, além de manter os pagamentos de R$ 600, trazer um adicional de R$ 150 por criança pequena de até seis anos de idade na família, batizado de benefício da Primeira Infância.

Esta, no entanto, não é a única novidade. Lula trará ainda uma parcela adicional que contemplará os adolescentes da casa. Esta, por sua vez,  leva o nome de Benefício Variável Familiar. Através dele, a família conta com uma garantia de valor extra de R$ 50 para cada pessoa da casa com idade entre sete e 18 anos, além de gestantes.

A saber, as datas de pagamento seguem os mesmos critérios que antes valiam para o programa social anterior, o Auxílio Brasil. Ou seja, seguirá de acordo com o Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

Nesse sentido, o repasse do dinheiro é sempre nos 10 últimos dias de cada mês. Além disso, o retorno do Bolsa Família traz algumas novas exigências que devem ser cumpridas pelas famílias que desejam manter o recebimento do dinheiro.

Por exemplo, é necessário possuir uma frequência escolar mínima, além de pré-natal das gestantes e atualização da caderneta de vacinação. Por fim, para ter direito ao benefício, a renda por pessoa da casa não pode passar de R$ 218 mensais.

Saiba mais: CUIDADO: Beneficiários devem ter atenção ao aplicativo OFICIAL do Bolsa Família, evite golpes! 

Calendário definido

Nas linhas abaixo, veja abaixo o calendário completo do auxílio Bolsa Família de março, segundo o número final do NIS:

  • 1: recebem no dia 20 de março;
  • 2: recebem no dia 21 de março;
  • 3: recebem no dia 22 de março;
  • 4: recebem no dia 23 de março;
  • 5: recebem no dia 24 de março;
  • 6: recebem no dia 27 de março;
  • 7: recebem no dia 28 de março;
  • 8: recebem no dia 29 de março;
  • 9: recebem no dia 30 de março;
  • 0: recebem no dia 31 de março.

Todavia, é importante salientar que, em março, apenas o valor extra de R$ 150 por criança de zero a seis anos, além das parcelas de R$ 600, será pago. Outros valores, como o acréscimo de R$ 50 por gestante e adolescentes, serão liberados somente a partir de junho.

Para consultar a situação do benefício, o valor a receber, verificar se o pagamento já está liberado e descobrir o número do NIS, acesse o Portal do Cidadão Caixa, em: https://bityli.com/4uLVyz

Veja mais: ALERTA: CRAS de todo o Brasil vão convocar beneficiários do Bolsa Família