Auxílio de R$ 1.500 para servidores da educação: Veja a lista de quem vai receber

Atualizado Hoje!

Auxílio de R$ 1.500: Governo cria benefício para servidores da educação. Confira se você pode receber e as regras do programa!

Durante o período da pandemia de Covid-19, que assola o Brasil desde o início de 2020, diversos estados e cidades investiram na criação de benefícios sociais para seus cidadãos. A aprovação dessas iniciativas engloba diversos grupos em situação de vulnerabilidade social, principalmente os mais afetados pelas medidas de isolamento ou pela doença em si.

Um desses benefícios é um Auxílio de R$ 1.500 para os servidores da educação, já que a área foi extremamente atingida pela suspensão das aulas presenciais e outros aspectos da crise sanitária e socioeconômica. Explicamos abaixo tudo sobre o programa, suas regras, valor dos pagamentos e quem pode receber os valores; confira!

Auxílio de R$ 1.500 para servidores da educação
Imagem: Márcia Leal/PMCI/Divulgação

Auxílio de R$ 1.500 – O que é?

Foi anunciado na última semana que cerca de 48 mil servidores da rede estadual de educação vão receber uma espécie de Auxílio Tecnológico, no valor de R$ 1.500. O dinheiro será depositado diretamente na folha de pagamento desses profissionais ainda no mês de junho, e deve servir para custear as despesas do trabalho remoto.

De acordo com o pronunciamento do Governo, o benefício terá apenas um depósito de R$ 1.500 nas contas dos profissionais. Dessa forma, os trabalhadores da educação poderão usar o dinheiro para pagar todos os gastos tecnológicos do ano, como mensalidades de internet, compra de materiais e cursos de educação online.

Ao todo, o Governo estadual pretende gastar cerca de R$ 72 milhões com esses repasses, que englobam não só os professores mas também diversas outras ocupações relacionadas a escolas. Vale lembrar que as aulas presenciais devem continuar suspensas até a melhora da situação da pandemia.

Contagem regressiva para sacar o PIS em 2021: Veja como consultar e o prazo para realizar o saque…

Quem pode receber o Auxílio?

Primeiramente, vale lembrar que o Auxílio de R$ 1.500 para profissionais da educação é um benefício estadual. Ou seja, apenas os trabalhadores da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro poderão receber os pagamentos. O Governo do Estado do Rio de Janeiro divulgou a lista de profissionais que podem receber os créditos; confira abaixo todas as ocupações.

  • Professores;
  • Servidores de carreira do magistério;
  • Diretor;
  • Diretor adjunto;
  • Secretário escolar;
  • Coordenador pedagógico;
  • Orientador educacional;
  • Assistente operacional escolar;
  • Agente de acompanhamento de gestão escolar;
  • Agente de pessoal;
  • Profissional de leitura;
  • Auxiliar de secretaria;
  • Professor articulador pedagógico.

Como se inscrever para receber o Auxílio de R$ 1.500?

Muitos profissionais da educação do Rio de Janeiro ficaram em dúvida se poderiam ou não receber o benefício de R$ 1.500, e também se precisariam se inscrever em algum formulário específico para ter acesso aos créditos tão importantes. Para esse grupo de pessoas, o Governo do Estado esclareceu todas as dúvidas.

Segundo o pronunciamento da própria administração estadual, profissionais da educação não precisam fazer qualquer tipo de inscrição para receber esse auxílio. O Governo já conta com a lista de trabalhadores que necessitam dos créditos neste momento, e os depósitos serão realizados diretamente na folha de pagamento do mês de junho.

 

Leia Também