- Publicidade -

Auxílio Brasil em NOVA ETAPA: Preciso me cadastrar para receber as parcelas de R$ 600,00?

Veja como participar do programa que assiste 18 milhões de famílias

0

Sem dúvida, o Auxílio Brasil se consolidou como o mais importante programa de transferência de renda do país. Substituto do Bolsa Família, o novo benefício tem assistido mais de 18 milhões de famílias e esse número pode aumentar. Mas para isso, é preciso se cadastrar para ter direito às parcelas de R$ 600. Veja em nosso artigo como fazer esse processo.

- Publicidade -

auxílio brasil cadastrar
Auxílio Brasil entra em nova etapa – Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Novo benefício paga parcelas de R$ 600

É chegada uma nova fase para o Auxílio Brasil. Após a aprovação da PEC dos Benefícios, o programa sofreu um reajuste nas parcelas passando de R$ 400 para R$ 600 até o final de 2022. Criado pelo Governo Bolsonaro em novembro de 2021, o projeto segue com seu objetivo principal de ajudar famílias na linha da pobreza ou extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 210, para que possam ter acesso a serviços básicos, como alimentação e saúde. Os novos depósitos começam a ser pagos no próximo dia 09 de agosto de acordo com o dígito final do Número de Inscrição Social (NIS).

Veja também: O que fazer se a parcela de R$ 600 do Auxílio Brasil não cair na conta? Confira!

- Publicidade -

Como me cadastrar no Auxílio Brasil?

Como citado anteriormente, o Auxílio Brasil assiste 18 milhões de famílias mas segundo o Ministério da Cidadania, existem mais de dois milhões de pessoas que se encontram nesse momento em fila de espera. O objetivo, em suma, é zerar esse número e ficar preparado para novos cadastros para o ano que vem. Mas muitos se perguntam se ainda há tempo para se cadastrar para receber as novas parcelas de R$ 600 do benefício. E a resposta é sim, ainda há tempo. No entanto, é necessário efetuar alguns procedimentos e preencher alguns requisitos.

Primeiramente, antes de se cadastrar para o Auxílio Brasil, é preciso ter uma renda mensal per capita que não ultrapasse o valor de R$ 105 ou R$ 210, valores correspondentes às situações de extrema pobreza ou pobreza. Também é necessário que tenha gestantes, crianças ou adolescentes com menos de 21 anos no núcleo familiar. Além disso, deve estar ativamente cadastrado no CadÚnico, a base de dados do Governo Federal. Para esta parte do processo, é preciso ir até o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de sua cidade com todos os seus documentos, bem como os de todas as pessoas da família. Ademais, os agentes sociais irão até o seu local para obter a confirmação das informações prestadas e somente após, deve-se aguardar para saber se foi aprovado ou não.

Por fim, também é possível conferir mais detalhes sobre o Auxílio Brasil baixando o aplicativo do programa. Nele, pode se consultar confirmação do processo de cadastro, além de datas de pagamentos e dados inseridos. Outro app para consulta é o CAIXA Tem, a poupança digital da Caixa Econômica Federal, onde os depósitos dos valores são feitos.

- Publicidade -

Baixe o app Auxílio Brasil

Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.bolsafamilia&hl=pt_BR&gl=BR

iOS: https://apps.apple.com/br/app/aux%C3%ADlio-brasil-govbr/id1036174679

Baixe o CAIXA Tem

- Publicidade -

Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.tem&hl=pt_BR&gl=US

iOS: https://apps.apple.com/br/app/caixa-tem/id1485424267

Baixe o CadÚnico

Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.dataprev.meucadunico&hl=pt_BR&gl=US

- Publicidade -

iOS: https://apps.apple.com/br/app/cadastro-%C3%BAnico/id1605659516

Veja também: Mais de 1 MILHÃO de famílias serão incluídas no Auxílio Brasil para receber as parcelas de R$ 600; confira!

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais