Auxílio BEm Governo Federal: Valores do Benefício ficam entre R$ 261,25 e R$ 1.813,03!

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

Auxílio BEm Governo Federal – Fique ligado e entenda como irá funcionar esse benefício para milhares de brasileiros!

Com muitas empresas precisando adotar medidas restritivas para aguentar a crise econômica do novo coronavírus surgem benefícios para ajudar também o trabalhador que é afetado diretamente. É o caso do Auxílio BEm Governo Federal

Esse benefício ainda está em fase inicial mas deverá ser muito importante já que é aguardado que muitas empresas façam acordos com empregados e esses poderão fazer a solicitação. Por isso é importante saber quem tem direito e como funciona. 

A seguir vamos trazer todos os detalhes sobre essa novidade. Confira e entenda quem poderá fazer o cadastro e solicitar essa ajuda para garantir que não terá prejuízos na sua vida financeira. 

Auxílio BEm do Governo Federal
Imagem: Divulgação

Auxílio BEm o que é

Primeiramente, é importante entender o que é o Auxílio BEm. Essa é uma ação do Governo Federal a partir do Ministério da Cidadania para trabalhadores que passaram por reajustes de salários ou tiveram contratos suspensos. 

Auxílio Emergencial pode ser sacado no Banco24Horas?

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda também faz parte do pacote de medidas do Governo. A intenção é diminuir o impacto econômico graças ao Covid-19 a partir de ajudas desse tipo para garantir uma economia saudável. 

Valor Auxílio BEm 

Mas e qual será o valor do Auxílio BEm? De acordo com o texto, o benefício poderá ser pago em valores que ficam entre R$ 261,25 e R$ 1.813,03. Esse dinheiro poderá ser dado pelo período de três meses. 

O projeto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro e deve valer por esse período de 90 dias. Se o trabalhador recebia benefícios como plano de saúde e vale-alimentação, esses benefícios são mantidos mesmo durante a suspensão do contrato. 

Quem pode receber Auxílio BEm

Mas e quem pode receber o BEm? É importante lembrar que o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda é voltada para casos específicos. Poderão pedir essa ajuda todos os trabalhadores que estão em uma das situações:

  • Passaram por acordo de redução de jornada de trabalho e redução salarial; 
  • Trabalhadores que passaram por suspensão temporária do contrato de trabalho. 

É importante lembrar que o Benefício Emergencial também é voltado para quem faz jornadas parciais ou intermitentes. Ou seja, empregados domésticos ou aprendizes também poderão pedir essa ajuda.

Como solicitar Auxílio BEm 

Por fim, como é feita a solicitação do Auxílio BEm? Os trabalhadores devem ficar atentos já que eles não precisam fazer nenhum tipo de cadastro específico. Isso quer dizer que é total responsabilidade do empregador fazer essa solicitação. 

Ou seja, o cadastro para receber o BEm é feito diretamente pelo contratante. Isso é feito no portal de serviços do Ministério da Economia a partir da página de Benefício Emergencial – Empregador Doméstico. 

Mas então como fica o pagamento do Benefício Emergencial? Ele é feito diretamente a partir da conta poupança do empregado. Em último caso, é feita então uma Conta Social Digital pela Caixa (caso o empregador não tenha informado conta no ato da adesão, tenha acontecido impedimento para crédito ou erros nos dados da conta informada). 

Confira um Guia Completo do Auxílio Emergencial: https://pronatec.pro.br/guia-do-auxilio-emergencial/

 

Leia Também