Auxílio-acidente e Auxílio-doença: Veja as diferenças e como SOLICITAR os Benefícios do Governo

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

Auxílio-acidente e Auxílio-doença – Entenda como funciona cada um desses auxílios e saiba quando você pode solicitar algum deles!

Muitas pessoas ainda não sabem a diferença entre Auxílio-acidente e Auxílio-doença. Embora pareça simples, existem alguns detalhes que são muito importantes e que devem ser vistos com atenção. 

Por isso é importante saber exatamente como funcionam esses benefícios antes de solicitar algum deles. Vamos ajudar justamente quem ainda possui dúvidas e quer saber todas as informações sobre os benefícios. 

Confira a seguir e saiba exatamente quando você poderá contar com cada uma dessas ajudas. Fique ligado e repasse os detalhes para amigos e familiares que podem querer saber tudo sobre isso. 

Auxílio-acidente e Auxílio-doença
Imagem: Divulgação/EbC

Auxílio-acidente Auxílio-doença Diferenças

Você sabe quais são as principais diferenças entre Auxílio-acidente e Auxílio-doença? Muitas pessoas acabam confundindo já que esses são alguns dos principais benefícios disponibilizados pelo Governo Federal. 

Existem alguns pontos que são importantes e que devem ser lembrados logo no início da comparação:

  • Quem recebe o benefício?

Auxílio-doença: pessoas que estão afastadas por incapacidade de realizar elas por mais de 15 dias; 

Auxílio-acidente: não é necessário o afastamento do trabalho.

  • Como funciona o pagamento do Auxílio?

Auxílio-doença: os valores substituem o salário do segurado pelo benefício;

Auxílio-acidente: é uma espécie de indenização; ou seja, possui natureza compensatória e pode ser somado com o salário do segurado.

  • Características gerais:

Auxílio-doença: existe carência e possui um valor de um salário mínimo atual;

Auxílio-acidente: não existe carência e nem todos os segurados vão poder receber. 

Quem tem direito Auxílio-doença Auxílio-acidente

Mas com detalhes, quem tem direito ao auxílio-doença e auxílio-acidente? Existem públicos diferentes para cada um dos benefícios, por isso é importante trazer mais informações sobre cada um dos casos. 

A diferença é a seguinte:

  • Quem pode receber auxílio-doença: vão receber aqueles segurados que possuem pelo menos 12 meses de contribuição. Nesse caso é necessário agendar e fazer uma perícia médica para garantir afastamento temporário; o benefício deve ser pago para os segurados até que possam retornar às atividades ou que seja comprovada a incapacidade definitiva – nesse caso o auxílio virá a ser aposentadoria por invalidez
  • Auxílio-acidente quem pode receber: esse benefício é pago para quem apresenta algum tipo de sequela depois de sofrer um acidente (ligado ao trabalho diário ou não). É importante que esses problemas tenham relação com a diminuição de capacidade de trabalho (ou impossibilidade); esse tipo de pagamento é ofertado até a aposentadoria ou óbito do trabalhador – sendo um “complemento de renda”. 

Como solicitar Auxílios INSS

Por fim, como solicitar os Auxílios do INSS? A principal forma de fazer isso continua sendo a partir de um agendamento de perícia em uma unidade do Instituto Nacional de Seguro Social. 

O agendamento de perícia médica pode ser feito pelo portal ou aplicativo Meu INSS. Isso também pode ser feito diretamente pela Central de Atendimento do Instituto: o número é o 135. 

Outra opção é saber exatamente como está funcionando o pagamento do Auxílio-doença sem perícia presencial. Confira mais detalhes no site: https://pronatec.pro.br/pagamento-auxilio-doenca-sem-as-pericias-presenciais/

 

Leia Também