ATENÇÃO: golpe do INSS tem feito muitas vítimas, saiba com se proteger

Maioria dos golpes são cometidos dentro de instituições bancárias

Receber a aposentadoria ou um benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é o desejo de muitos brasileiros. Mas, ainda existem muitos golpes envolvendo os benefícios. Embora poucas pessoas saibam disso, a maioria deles é cometido dentro de instituições bancárias que oferecem serviços de empréstimos ou consignados. Saiba quais são eles e como se proteger, lendo esta matéria. 

golpe-do-INSS-tem-feito-muitas-vítimas
Golpes envolvendo o benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de alguns brasileiros ainda são comuns – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Golpe do consignado é o mais comum entre os beneficiários do INSS

Diante disso, confira os golpes mais comuns que os beneficiários do INSS podem ser vítimas. 

O primeiro deles está relacionado ao consignado. Esse tipo de empréstimo é destinado para servidores públicos e aposentados e pensionistas do INSS. Dessa forma, o consignado funciona da seguinte maneira: as parcelas do empréstimo são descontadas diretamente da folha de pagamento da pessoa. Dito isso, na prática, a pessoa tem sua aposentadoria diminuída, uma vez que existem descontos no pagamento do benefício. 

Os funcionários de um banco precisam bater metas. Dessa forma, quando o aposentado assina o documento do consignado, o bancário pode utilizar a assinatura para pedir um novo consignado. Dessa forma, cumpre suas metas mais rapidamente. Portanto, é essencial ficar de olho na folha de pagamento e verificar todos os descontos. 

Existe outro golpe comum envolvendo o empréstimo consignado do INSS. Mas, dessa vez, quem comete o crime é a própria instituição bancária. Ela libera um empréstimo sem o consentimento do cliente. Assim, ele paga parcelas baixas mensalmente, mas que a longo prazo, podem causar prejuízo. Infelizmente, esse tipo de situação é comum no Brasil e acontece com vários grupos, além dos beneficiários do INSS.

Por fim, ainda dentro do quesito consignado, existe outro golpe comum. Novamente, este crime não acontece apenas com beneficiários do INSS, mas com qualquer pessoa que pode solicitar o pedido. Quando as parcelas do consignado acabam, o banco aprova outro, sem que o cliente saiba. Assim, a pessoa continuará a ter descontos em sua folha de pagamento, mesmo depois de terminar as suas dívidas.

Nesses casos, não tem jeito. O recomendado é verificar o extrato bancário com frequência. Assim que o pagamento cair na conta, a pessoa precisa ver se não houve um desconto indevido. Caso isso ocorra, procure pelo banco imediatamente e apresente provas de que não solicitou o empréstimo. 

Veja também: Startup paga R$ 300,00 para brasileiros que tiveram problemas com a bateria do celular e carregador; entenda

Outros golpes

Diante disso, existem outros golpes, praticados por criminosos que não atuam em instituições financeiras. Um deles é o da falsa perícia médica, por exemplo. Os golpistas conseguem o celular do beneficiado INSS e o convencem a realizar o procedimento. Para tal, pedem seus dados e assim, aplicam o golpe. Desconfie de tais ligações e, na dúvida, sempre contate o INSS. 

Assim como os golpistas utilizam o falso procedimento da perícia médica, eles o fazem com a prova da vida. O INSS já se manifestou e disse que tais procedimentos só são feitos pelos canais oficiais, aplicativos ou agências físicas. 

Veja também: Quanto seria necessário para viver bem? Conheça a estimativa do salário mínimo IDEAL!