- Publicidade -

Coisas que podem ANTECIPAR a sua aposentadoria e você provavelmente NÃO sabia

Confira como fazer a antecipação!

0

Muitos sabem que, para ter acesso à aposentadoria, o cidadão deve contribuir com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Contudo, existem alguns outros períodos que contam para a posentadoria e muita gente não sabe. São casos que podem aumentar o tempo de contribuição, possibilitando uma aposentadoria adiantada.

- Publicidade -

Quer saber quais são essas situações? Então continue nos acompanhando logo abaixo para conferir todas as informações importantes que separamos especialmente para você!

Algums situações podem fazer com que você receba a aposentadoria mais cedo: confira!
Algums situações podem fazer com que você receba a aposentadoria mais cedo: confira! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Situações que podem antecipar sua aposentadoria

Como dito anteriormente, algumas situações podem te ajudar a se aposentar mais cedo e você provavelmente não sabe. Então confira algumas delas logo abaixo!

- Publicidade -

Estudar em escolas técnicas

Se você estudou em escolas técnicas, saiba que seu currículo não é o único beneficiado com isso: você pode incluir o tempo em que esteve por lá no tempo de contribuição do INSS. Para isso, basta comprovar o vínculo empregatício e a remuneração para tornar o processo viável.

Veja também: Faça ISTO para AUMENTAR sua aposentadoria do INSS; incrível!

Trabalhar sem carteira assinada

- Publicidade -

Em seguida, diferente do que muitas pessoas pensam, é possível, sim, comprovar tempo trabalhado em locais sem carteira assinada. Para isso, basta utilizar outros documentos que não sejam a carteira de trabalho, como:

  • Fichas de registro;
  • Documentos do sindicato;
  • Holerites;
  • Extratos bancários;
  • Recibos de pagamento;
  • Documentos de férias.

Para isso, é necessário guardar os documentos corretamente e ir atrás deles caso queira utilizá-los para antecipar a aposentadoria.

INSS atrasado

- Publicidade -

Por fim, quem não efetuou a contribuição ao INSS durante algum período de tempo pode realizar o recolhimento retroativo. O período para isso é de até cinco anos e inclui o pagamento dos encargos financeiros atrasados, bem como o acerto de juros e multas.

Contudo, após o período de cinco anos, o contribuinte só pode realizar o recolhimento através de uma indenização previdenciária para ressarcir o instituto das contribuições devidas. Para isso, é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • Recolhimento do imposto sobre serviço;
  • Uma cópia da declaração do Imposto de Renda;
  • Recibos de pagamento pela prestação de seus serviços;
  • Inscrição na prefeitura dentro da atividade que você exerce;
  • Contrato de prestação de serviços à pessoa jurídica ou física;
  • Dentre outros tributos relacionados à sua profissão.

Ao seguir esses passos, você pode garantir um tempinho a menos de serviço e aproveitar sua aposentadoria bem mais cedo!

- Publicidade -

Veja também: Revisão pode ser responsável pelo AUMENTO do valor das aposentadorias do INSS: quanto vou receber?

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais