APROVADO: Pagamento de até R$ 2.000 do Auxílio taxista acontecerá em menos de 10 dias!

O pagamento está previsto na PEC dos Benefícios, que separou o total de R$ 2 bilhões para o pagamento. Veja os detalhes.

O Governo Federal publicou, nesta quinta-feira (28), uma nova portaria do Ministério do Trabalho e Previdência. Nela, estão definidas as regras para a concessão do Auxílio Taxista em parcelas de no máximo R$ 1.000. O pagamento está previsto na PEC dos Benefícios, que separou o total de R$ 2 bilhões para o pagamento.

Com isso, a gestão agora pretende iniciar os pagamentos mensais a partir do próximo dia 06 de Agosto. E o melhor: o primeiro valor recebido poderá ser de R$ 2.000 – quantia que se refere a soma dos auxílios de Julho e Agosto. No entanto, este valor poderá ser menor, a depender do número de taxistas cadastrados. A seguir, saiba mais sobre.

Veja quem da classe irá receber. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil).

Pagamento de até R$ 2.000 do Auxílio Taxista

No texto da portaria, o Governo afirma que o valor e o número de parcelas poderão ser modificados de acordo com o número de motoristas de táxi beneficiários cadastrados. A 2ª parcela será paga em 24 de Setembro; a 3ª em 22 de Outubro; a 4 ª em 26 de Novembro e, por fim, a última parcela em 17 de Dezembro.

A saber, poderão receber o benefício aqueles que tenham registro para exercer a profissão de taxista, com emissão pelo órgão competente na esfera municipal ou distrital até 31 de maio de 2022. Ademais, também é necessário estar com a CNH em dia.

Nesse sentido, as informações cadastradas nos portais dos municípios ou distritos serão a base do Governo para o pagamento. Os registros deverão ser feitos pelas autoridades no site do programa (https://bityli.com/FRzzCK), mesmo endereço no qual os taxistas irão checar se estão aptos ou não para o benefício.

Os dados serão repassados para a Caixa Econômica Federal, que irá criar uma conta digital em nome dos taxistas. De posse da documentação, os profissionais poderão procurar as agências mais próximas e, assim, solicitar o cartão e desfrutar dos fundos.

Veja também: Ministro-chefe se posiciona sobre auxílio-taxista; motoristas de aplicativo serão beneficiados?  

Detalhes

No entanto, o auxílio não será pago àqueles que estejam com o CPF pendente de regularização junto à Receita Federal; ou seja, não recebem os que estão em situação suspensa, cancelada, nula, ou com o titular falecido.

Por fim, também não estão aptos os que tenham seu CPF vinculado à concessão de pensão por morte de qualquer natureza ou do Auxílio-Reclusão, bem como os titulares do auxílio por incapacidade permanente para o trabalho.

Veja também: Grupo de brasileiros recebe HOJE a parcela do Auxílio; qual valor ficará disponível para SAQUE?