Aposentados receberão PIX extra do INSS? CJF liberou!

Conselho da Justiça Federal (CJF) libera R$ 2,1 bilhões para que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) possa quitar suas dívidas judiciais; confira.

Recentemente, um anúncio do Conselho da Justiça Federal surpreendeu a todos. A entidade veio a público anunciar a liberação de R$ 2,1 bilhões destinados à quitação de dívidas judiciais do Governo Federal com aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social.

A decisão beneficiará milhares de segurados que saíram vitoriosos nos processos de concessão ou revisão de benefícios. Para receber, no entanto, os valores cobrados não podem ultrapassar 60 salários mínimos, isto é, R$ 79,2 mil atualmente. Mais detalhes você confere a seguir. Acompanhe!

CJF libera mais de R$ 2 bilhões para pagamento; veja quem recebe. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

PIX para aposentados e pensionistas do INSS: entenda

Resumidamente, essa iniciativa busca beneficiar 133.515 pessoas que foram bem-sucedidas em 103.747 processos de concessão ou revisão de benefícios. Esses benefícios, como mencionado, têm valores que não ultrapassam 60 salários mínimos, o que equivale a R$ 79,2 mil atualmente.

A saber, ações envolvem vários tipos de benefícios, incluindo aposentadorias, pensões, auxílios e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), destinado a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. Entretanto, para ter acesso a esses recursos, é preciso atender a certos critérios estabelecidos.

Veja também: Nova LIBERAÇÃO contemplará milhares de aposentados e pensionistas do INSS: consulte a lista

O que é preciso para receber parte do valor liberado?

Basicamente, para receber uma parcela do montante destinado pelo CJF, é imprescindível que o processo tenha sido concluído sem a possibilidade de recurso por parte do INSS. Além disso, a ordem de pagamento do juiz deve ter sido emitida durante o mês de outubro.

CUIDADO: golpes estão sendo aplicados

A recente liberação de valores pelo INSS tem sido alvo de golpes e esquemas fraudulentos, gerando preocupação entre aposentados e pensionistas. De modo geral, os golpistas se utilizam de diferentes artifícios para enganar as pessoas.

Em outras palavras, eles oferecem supostos serviços de agilização no recebimento desses valores liberados pelo INSS. A princípio, entre as táticas mais comuns estão:

  • O uso de páginas falsas;
  • Contatos telefônicos e e-mails suspeitos;
  • Pedidos de pagamento antecipado;

Afinal, como se proteger?

Para evitar cair em golpes relacionados aos valores liberados pelo INSS, é recomendável utilizar apenas os canais oficiais do INSS para obter informações sobre os valores liberados e os procedimentos associados.

Outras dicas envolvem o não compartilhamento de dados pessoais, como números de documentos, senhas bancárias ou códigos de acesso, por telefone, e-mail ou em sites não confiáveis. Por fim, em caso de dúvida, basta entrar em contato diretamente com o INSS ou órgãos competentes para confirmar a veracidade das informações recebidas.

O serviço de atendimento central do INSS opera pelo telefone 135, funcionando das 07h às 22h, de segunda-feira a sábado, de acordo com o horário de Brasília. Este é o único canal oficial de telefone do INSS; o número anterior, 0800 728 0191, está desativado.

Veja também: INSS libera R$ 2,1 BILHÕES em atrasados; descubra se você também beneficiado