Aposentadoria do INSS antes dos 40 anos Entenda o valor concedido, o aumento para 2025 e outras novidades do Instituto

De acordo com a lei, os brasileiros que se enquadram nos critérios podem receber a aposentadoria por invalidez, mesmo que tenham menos de 40 anos. Entenda.

A aposentadoria por invalidez é uma salvaguarda essencial para trabalhadores que se encontram permanentemente incapazes de exercer suas atividades laborais devido a lesões ou doenças graves. 

Este artigo desvenda os critérios de elegibilidade, o processo de cálculo do benefício e esclarece dúvidas frequentes sobre o tema. 

Ele aborda desde a carência necessária até especificidades da aposentadoria acidentária, oferecendo insights valiosos para trabalhadores que enfrentam essa situação complexa e buscam entender melhor seus direitos previdenciários.

Aposentadoria do INSS antes dos 40 anos Entenda o valor concedido, o aumento para 2025 e outras novidades do Instituto
Existem brasileiros que podem conseguir aposentadoria antes dos 40 anos – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Desvendando a aposentadoria por invalidez: regras, cálculos e direitos explicados

A aposentadoria por invalidez é um direito crucial para trabalhadores que se encontram incapacitados permanentemente para o trabalho, seja por lesões ou doenças graves. 

Este benefício previdenciário, destinado a quem não pode mais exercer suas atividades laborais, tem suas regras e métodos de cálculo específicos, fundamentais para assegurar o sustento do trabalhador e de sua família em momentos de vulnerabilidade. 

Requisitos para elegibilidade

Para ter direito à aposentadoria por invalidez, é necessário um laudo médico e um exame pericial que comprovem a incapacidade permanente para o trabalho. 

Além disso, há um período de carência de 12 meses, ou seja, um tempo mínimo de contribuição ao INSS. 

Contudo, doenças graves como AIDS e câncer são isentas de carência, desde que o trabalhador esteja na qualidade de segurado.

Cálculo da aposentadoria por invalidez

O valor da aposentadoria por invalidez geralmente é calculado com base em 60% das contribuições, para quem contribuiu por 15 anos, aumentando 2% a cada cinco anos adicionais de contribuição. 

Em casos de incapacidade resultante de acidente de trabalho, o cálculo pode ser de 100% do valor, indicando a importância de analisar cada caso individualmente.

Acidentária

A aposentadoria acidentária, concedida quando a incapacidade é decorrente de um acidente de trabalho.

Trata-se de um ponto crítico que diferencia o cálculo do benefício, proporcionando uma cobertura integral baseada em 100% do valor, em contraste com o cálculo padrão da aposentadoria por invalidez.

Veja também: Entenda o que é a aposentadoria PROGRAMADA e saiba quais as principais regras

Os benefícios do INSS vão aumentar em 2025? Entenda

O reajuste anual dos benefícios do INSS é um processo que ocorre todos os anos, geralmente em fevereiro. 

O objetivo do reajuste é garantir que o valor dos benefícios acompanhe a inflação do período anterior, preservando o poder de compra dos beneficiários.

Vale mencionar que o reajuste contempla a aposentadoria e outros benefícios, como o BPC, por exemplo. 

Como é feito o reajuste?

O reajuste dos benefícios do INSS é feito de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país. Além do mais, o Governo usa o PIB (Produto Interno Bruto).  

O índice é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e divulgado em janeiro de cada ano.

Por fim, o valor da aposentadoria e de outros benefícios acompanha o salário mínimo. Afinal, o piso do INSS está atrelado ao piso nacional. 

Quem recebe o reajuste?

O reajuste anual do INSS é aplicado a todos os benefícios previdenciários, como aposentadorias, pensões, auxílios e outros. O valor do reajuste varia de acordo com o valor do benefício.

Veja também: Confira as regras para se aposentar MAIS CEDO pelo INSS; processo é mais simples do que parece!