APLICATIVOS para Android com VÍRUS disfarçado pode roubar dados e rastrear usuários

Diversos tipos de informações do usuário estão sendo copiadas e enviadas para servidores de diversos lugares do mundo. Veja como os vírus se escondem.

É cada vez maior a quantidade de aplicativos disponíveis para os dispositivos, tanto do sistema operacional Android como do iOS. Com tantas opções, nem todas são seguras e confiáveis, isto porque alguns aplicativos estão disfarçados e possuem vírus capazes de roubar os dados do usuário e atuar como espiões.

Os malwares maliciosos agem de forma imperceptível no aparelho, são baixados junto com os apps e corrompem as informações do aparelho. O usuário dificilmente percebe que tem algo de errado, pois acredita que é apenas mais um app de edição de fotos, para baixar vídeos das redes sociais ou jogar.

Por isso, é preciso tomar cuidado antes de clicar em links recebidos e baixar os apps. A seguir confira quais são os apps com vírus para evitar e fazer a desinstalação imediatamente. Também vamos indicar como os vírus se infiltram e ficam escondidos, assim como o funcionamento dos aplicativos para roubar os dados.

APLICATIVOS para Android com VÍRUS disfarçado pode roubar dados e rastrear usuários
São 2 apps de gerenciadores de arquivos que faziam de tudo para ficarem escondidos no celular roubando os dados. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Cuidado! Esses aplicativos estão com vírus

São dois aplicativos para Android que estão corrompidos por vírus, eles estão disfarçados de apps de gerenciamento de arquivos e são do mesmo desenvolvedor. Ao serem baixados, os malwares conseguem rastrear os dados pessoais do usuário e utilizar as informações para aplicar fraudes e golpes.

A descoberta dos vírus nos aplicativos foi feita pela empresa de cibersegurança Pradeo, que revelou que os dados roubados são enviados para diversos servidores espelhados pelo mundo, a maioria vai parar na China. Ao baixar os apps o usuário costuma conceder permissões de acesso a diversos dados, é aí que está o perigo.

Os dados que são roubados do aparelho do usuário são as listas de contatos salvos no telefone e também das contas conectadas, como de redes sociais e de e-mails. Também são acessados e copiados áudios, vídeos, fotos, as informações de localização em tempo real, o código do país, o provedor de rede, o número da versão do sistema operacional, a marca e o modelo do smartphone.

Veja também: FUNÇÕES desconhecidas dos CELULARES Android que vão facilitar a sua vida

Como os apps disfarçados agem?

Os aplicativos que estão com vírus são o File Recovery & Data Recovery e o File Manager. Eles se utilizam de algumas estratégias para se disfarçarem e passarem a impressão de que são confiáveis. A primeira técnica é a de aumentar o número de usuários, com as informações da página da Play Store informando que os apps tinha mais de 1,5 mil downloads.

No entanto, mesmo com o suposto grande número de usuários, não havia avaliações. As outras estratégias eram utilizadas depois dos aplicativos serem baixados, o que permitia o roubo dos dados. Eles forçavam a reinicialização do celular vez ou outra, como forma de se manterem em funcionamento em segundo plano, sem levantar suspeitas.

Eles também faziam com que o ícone ficasse oculto, o que levava o usuário a esquecer que tem os aplicativos baixados, evitando assim a exclusão. A Pradeo informou ao Google sobre os vírus presentes nos aplicativos e ambos foram removidos da Google Play Store. Se você tem um deles instalado no seu celular, faça a desinstalação o quanto antes e realize uma varredura no celular.

Veja também:5 sinais que indicam que o seu celular pode estar com VÍRUS