ANUNCIADO: R$ 500,00 para brasileiros que colocam o CPF na nota fiscal

Saiba como concorrer aos valores de até R$ 50 mil apenas botando o CPF na nota!

Com certeza você já foi comprar algo e foi questionado se queria adicionar o seu número de CPF na nota fiscal, não é? Isso acontece com muitas pessoas, mas nem todas sabem exatamente o porquê disso. 

Esse tipo de programa nasceu com dois objetivos: o primeiro é realmente ajudar a população e dar vantagens para o consumidor; o segundo é para diminuir o número de fraudes fiscais no país. Ou seja, toda vez que você pede a “notinha” vai estar garantindo que o comerciante ou estabelecimento está fazendo suas obrigações fiscais na transação.

CPF na nota
Saiba como o CPF na nota pode garantir uma bolada para você (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

Vantagens de adicionar o CPF na nota fiscal 

Primeiramente, é importante lembrar que estamos falando de um aspecto que possui resolução em âmbito estadual. 

Isto é, não existe um programa nacional quando o assunto é adicionar o documento na nota fiscal. Isso sempre acontece a partir dos recolhimentos e sistemas estaduais de cada região. 

Um exemplo é a Nota Fiscal Gaúcha. Todos os brasileiros que vivem no Rio Grande do Sul podem fazer o cadastro no sistema e, a partir daí, começar a adicionar seu CPF nas notas. 

Essas pessoas vão conseguir vantagens muito interessantes e que podem realmente ajudá-las como consumidoras e cidadãs. 

Por exemplo, é possível ter acesso a descontos no IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) através do programa chamado Bom Cidadão. Aqueles que pedem as notinhas, conseguem esse tipo de “abate” no valor do imposto. 

O outro destaque principal é a possibilidade de participar de sorteios de valores muito interessantes. 

Veja também: LIBERADO HOJE: R$ 7 bilhões confirmados pelo Banco Central, corra e acesse com seu CPF

Sorteios para quem adiciona CPF na nota fiscal 

A Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) confirmou um grande sorteio nesta semana. O Estado vai distribuir um total de R$ 700 mil em prêmios. 

Quem vai participar dos sorteios da Nota Fiscal Gaúcha são aqueles cadastrados no programa e que tenham pedido CPF na nota em junho. 

Essas pessoas poderão concorrer aos valores distribuídos da seguinte maneira:

  • 10 prêmios de R$ 5 mil; 
  • 100 prêmios de R$ 1 mil; 
  • 1 mil prêmios de R$ 500. 

Além dessas opções haverá um grande sorteio de R$ 50 mil pela Nota Fiscal Gaúcha. 

Como consultar os sorteios e prêmios da Nota Fiscal

Por fim, é importante lembrar que não existe a necessidade de fazer a inscrição para participar desse tipo de sorteio. 

Os interessados podem simplesmente fazer uma compra normal e a cada R$ 1,00 gasto, ele ganha 1 ponto. Quando chega em 100 pontos – isto é, R$ 100 – ele recebe um bilhete eletrônico. Esse é o número usado nos sorteios. 

O passo a passo para consultar os bilhetes liberados e os pontos disponíveis no seu cadastro é simples:

  1. Acesse o site oficial da Nota Fiscal Gaúcha: https://nfg.sefaz.rs.gov.br/site/index.aspx
  2. Agora entre com o seu documento e cadastro completo; 
  3. Vá até o menu “Sorteios” e pronto! Você vai ver todas as informações necessárias. 

Outra dica importante: pelo site oficial você pode entrar também na opção “Meus prêmios” e verificar se você tem algum dinheiro disponível no seu documento. 

Veja também: Quer fazer uma grana EXTRA? Veja seis dicas para ter mais DINHEIRO de forma simplificada!

Saiba quais as melhores formas de ganhar dinheiro na internet

A internet tornou-se uma ferramenta extremamente popular entre cidadãos do mundo inteiro. Cabe dizer que, atualmente, mais da metade dos cidadãos, independente da idade, já acessam a internet, seja para ver vídeos, acessar as redes sociais e/ou até mesmo como forma de trabalho.

Tendo em vista a última opção, o momento atual tornou-se extremamente propício para quem deseja ganhar dinheiro através da web. No entanto, em meio às tantas novidades virtuais, o que ainda é válido para realmente conseguir um bom lucro? Algumas opções são:

  • Trabalhar como Freelancer em sites como Upwok – upwork.com;
  • Respondendo pesquisas online em sites como o Google Opinion – surveys.google.com/google-opinion-rewards;
  • Vender itens usados através de sites como o Enjoei – enjoei.com.br;
  • Virar um afiliado de grandes marcas, como da Amazon – amazon.com.br;
  • Vender serviços, como aulas e consultorias;
  • Vender fotografias e vídeos autorais;
  • Vender trabalhos artísticos;
  • Investir em um perfil em alguma rede social e esperar que ele monetize.

Estes motivos podem cancelar o seu CPF

Para que seja possível contar com um vínculo de trabalho, seja ele formal ou não, é indispensável estar em dia com a sua documentação pessoal. Isso porque é essa documentação que, além de te identificar, trará segurança para quem estiver contratando seu serviço.

Desse modo, como é de conhecimento geral, o CPF tornou-se o documento mais importante de identificação pessoal, sendo apenas substituído, atualmente, pelo novo RG. Contudo, ainda que muita gente não saiba, existem alguns motivos que podem cancelar um CPF, como por exemplo:

  1. Falecimento do titular;
  2. Inadimplências financeiras;
  3. Inadimplências voltadas à Receita Federal;
  4. Erro de informações;
  5. Tentativa de falsificação.

Como posso consultar meu CPF?

A consulta ao CPF é necessária de tempos em tempos, visto que nunca se sabe quando alguma coisa pode afetar positiva ou negativamente seu documento. Por exemplo, seu score no Serasa pode aumentar ou diminuir, bem como pode aparecer uma dívida te negativando.

Pensando isso, o Serasa libera a consulta ao CPF facilmente pela internet, bastando acessar o site oficial da empresa: https://www.serasa.com.br/. Ao fazer isso, você só precisa criar um login e, depois, acessar sua conta com o número do seu CPF, mesmo.

Uma vez dentro da plataforma, você poderá consultar todos os dados que citamos acima, bem como dívidas em aberto e propostas de renegociação.

Como conseguir cashback no Brasil?

Em síntese, o cashback é uma das vantagens mais interessantes para pessoas que compram no país, já que você, basicamente, não estará gastando o dinheiro total naquele item, pois vai receber um valor de volta ao terminar a compra. Há várias porcentagens de cashback para receber, tudo depende da plataforma que você usa.

Hoje em dia, é muito fácil conseguir dinheiro de volta no país. Você pode, por exemplo, ter acesso a ele através do seu cartão de crédito (dependendo do banco), em promoções e até através de sites, como:

  • Méliuz (https://www.meliuz.com.br/);
  • Ame Digital (https://www.amedigital.com/);
  • PicPay (https://picpay.com/);
  • BeBlue (https://www.beblue.com.br/);
  • Serasa (https://www.serasa.com.br/).

Basta se inscrever em algum deles e começar a usar nas lojas com as quais as empresas possuem parcerias. Simpels, não é?