André Janones: AGORA É OFICIAL! Auxílio Emergencial pode ficar em R$ 600,00

Vinicius Colares
Atualizado Hoje!

André Janones: AGORA É OFICIAL! – Confira a seguir mais detalhes sobre os valores do Auxílio nos próximos meses!

Está cada vez mais próxima uma retomada dos valores originais do principal benefício do país. O deputado federal André Janones confirmou que o Auxílio Emergencial pode ficar em R$ 600,00 oficialmente. 

Essa é uma demanda que não é nova já que muitos parlamentares também estão apontando para esse caminho. Para dar uma ideia do impacto, o texto original da Medida Provisória dos novos valores (de R$ 300 do Auxílio) recebeu mais de 250 propostas de mudança na Câmara. 

A seguir vamos falar um pouco mais sobre isso. Entenda e saiba em que pé andam essas conversas sobre o retorno dos valores oficiais da principal ajuda do país neste momento de tantas dificuldades. 

André Janones: AGORA É OFICIAL!
Imagem: Divulgação

Auxílio Emergencial pode ser mantido em R$ 600

Em um vídeo nas redes sociais, o deputado André Janones confirmou que o Auxílio Emergencial pode ser mantido em R$ 600. De acordo com ele, existem fontes que garantem que essa notícia possui veracidade. 

O deputado citou o Jornal Folha de S. Paulo que divulgou uma matéria falando sobre a possibilidade. De acordo com ele, o Palácio do Planalto começou a monitorar de perto deputados que estão fazendo a proposta de retorno do Auxílio aos R$ 600.

Ainda segundo Janones, esse monitoramento acontece através das redes sociais. É assim que o Governo Federal “sente” qual é a movimentação a favor ou contra o texto da Medida Provisória que está em andamento com o benefício no valor de R$ 300,00. 

Auxílio vai continuar em R$ 300?

Mas então: o novo Auxílio vai continuar em R$ 300 ou vai voltar aos R$ 600? O que está acontecendo agora é que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, vai precisar decidir se os deputados vão votar a MP 1.000/20 ou não. 

Caso aconteça a votação da prorrogação do Auxílio Emergencial, alguns especialistas dizem que o texto deverá ser derrubado. O próprio André Janones afirma que o texto não deverá se sustentar caso vá para a votação. 

A pressão popular agora, portanto, é para que Rodrigo Maia abra o texto para votação. Existem diversos deputados que já apresentaram emendas para mudar o valor do benefício, mas isso só acontece em caso de votos neste texto. 

Auxílio Emergencial em R$ 600 vai voltar

Então para responder a pergunta se vai voltar o Auxílio Emergencial em R$ 600 precisamos lembrar como funciona uma Medida Provisória. A estratégia imediata do Governo é deixar que o texto “caduque”, ou seja, que ele não seja votado. 

O que acontece se uma MP não é votada? Esse tipo de texto já passa a valer automaticamente por 120 dias assim que é enviado para a Câmara. Ou seja, a medida já está valendo mesmo sem ser votada e caso ela não seja, perderá a validade dentro de 04 meses. 

Esse é tempo suficiente, porém, para que o Auxílio seja pago apenas em R$ 300 até dezembro. Por isso é importante ficar atento para as próximas mudanças e esperar a votação do texto. 

SEMANA DE PAGAMENTO da AJUDA de R$600: Veja o Calendário da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª PARCELA! TODOS os LOTES!

 

Leia Também