Alerta de TEMPORAL: ESTES estados podem registrar o fenômeno

No total, 15 estados e o Distrito Federal podem registrar o fenômeno. Moradores destas localidades devem ficar atentos e acionarem a Defesa Civil quando necessário.

Assim como aconteceu no início de novembro, o começo do último mês do ano também será marcado por chuvas intensas, que devem ser registradas na maior parte do Brasil. O período ainda terá registros de uma onda de calor extremo.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Meteorologia (Inmet), há alerta de temporais para 15 estados brasileiros e o Distrito Federal. Os temporais devem ocorrer com mais intensidade em estados do Sudeste e Sul do Brasil, assim como foi no último mês.

Alerta de TEMPORAL: ESTES estados podem registrar o fenômeno
Alguns estados brasileiros podem registrar fortes chuvas Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Onde haverá mais chuva e mais calor?

Segundo informações do Inmet, chuvas intensas devem ser registradas até o dia 12 de dezembro em estados como Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Acre, Amazonas e Rondônia. Especialistas afirmam que a causa dos temporais é a incidência de uma massa de ar quente e úmida nesses locais.

Por outro lado, na maior parte da região Nordeste e no estado do Rio Grande do Sul haverá registro de tempo seco e trégua da chuva. O instituto meteorológico da região Sul, o MetSul Meteorologia, emitiu um alerta. De acordo com o órgão, uma massa de ar quente e seca deve ser responsável por uma forte onda de calor na região durante a semana.

De maneira incomum, as temperaturas podem chegar a igualar ou ultrapassar os 40ºC no Rio Grande do Sul, especialmente no fim de semana. Esta mesma onda de calor, no mesmo período, deve chegar ao oeste de Santa Catarina e do estado do Paraná.

Em contrapartida, na semana seguinte o tempo pode mudar completamente nestes mesmos estados com a chegada de uma frente fria. Com isso, devem ser registrados temporais no Sul.

Veja também: Chuva de METEOROS e eventos BIZARROS em dezembro: saiba o que pode acontecer 

Mesmos fenômenos do mês de novembro?

O Inmet informou que a previsão é de que sejam registradas chuvas bem acima da média nos estados do Pará e do Amapá. O acumulado pode chegar a mais de 50 milímetros. Já nas regiões Sudeste e Centro-Oeste o acumulado pode ser dentro ou acima da média.

Nestas duas últimas regiões citadas, destacam-se os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e também o Distrito Federal, que devem registrar chuvas intensas neste último mês de 2022. Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, sul do Paraná, centro e oeste de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul as chuvas devem ficar abaixo da média esperada para dezembro, também conforme o Inmet.

Especialistas analisaram e afirmaram que deve acontecer o mesmo que aconteceu em novembro, com chuvas intensas no Espírito Santo, norte do Rio de Janeiro e leste de Minas Gerais. O Climatempo também divulgou a previsão para todo o mês.

Segundo a instituição, deve chover dentro ou acima da média esperada nas regiões Sudeste e Nordeste como um todo e praticamente em todas as áreas do Norte e do Centro-Oeste. As chuvas na região Sul é que devem ser abaixo da média prevista para o mês de dezembro.

Indicações para se proteger de temporais

O Governo do Estado do Acre separou uma lista com algumas medidas que podem ser tomadas durante tempestades para que os cidadãos não corram risco até que as chuvas passem. Confira:

  • Enquanto houver tempestades com raio, evite utilizar aparelhos conectados na tomada;
  • Prefira celulares a telefones, caso precise fazer chamadas;
  • Evite também deixar eletrônicos ligados na tomada;
  • Não fique em campos muito abertos, quando houver trovões, especialmente pastos, quadras e semelhantes;
  • Evite se aglomerar quando houver temporais;
  • Se afaste de árvores ou de torres durante tempestades;
  • Não fique com objetos metálicos nas mãos enquanto estiver em locais abertos;
  • Se estiver dentro de veículos, não encoste nas partes de metal e evite sair até que a chuva cesse.