Adicional de R$ 200 é oferecido pelo Bolsa Família; veja quem recebe

Programa Bolsa Família oferece adicional de R$ 200 para beneficiários que cumprirem alguns critérios básicos; confira os contemplados

O cumprimento de critérios básicos para receber o Bolsa Família é o primeiro passo para se enquadrar nos repasses. Além da parcela fixa de R$ 600, pode ser que muitos brasileiros tenham direito a adicionais do programa e ainda nem sabem.

Portanto, pensando na possibilidade de você ser um dos felizardos a receber R$ 200 de benefício adicional, é preciso que confira integralmente esta matéria.

Adicional de R$ 200 é oferecido pelo Bolsa Família; veja quem recebe
Bolsa Família com adicional de R$ 200 em dezembro! Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Vantagens para os segurados

O cumprimento rigoroso de critérios que o Bolsa Família estabelece só traz vantagens para quem deseja fazer parte do repasse ou já está na lista de pagamentos do Governo Federal.

Primeiramente, atendendo aos requisitos estabelecidos, as famílias garantem acesso a um suporte financeiro regular, assegurando a continuidade do benefício ao longo do tempo.

Tal prática dá direito a uma certa estabilidade econômica, uma vez que os integrantes familiares podem se organizar melhor e fazer planos futuros. Com isso, eles investem em oportunidades de crescimento pessoal e profissional.

Além disso, ao cumprir os critérios, há a possibilidade de receber outros benefícios complementares oferecidos pelo programa em 2023, ampliando o suporte financeiro para necessidades específicas.

Através desse acesso ao Bolsa Família, as famílias também garantem condições de vida melhores. Afinal, o acesso a educação e segurança alimentar é uma prioridade do Governo Lula.

Sendo assim, manter-se por dentro dos critérios ainda evita a suspensão do benefício, algo que qualquer beneficiário desse auxílio social não quer de jeito nenhum.

De modo geral, podemos concluir que o rigor do Bolsa Família tem como intuito proteger o benefício de possíveis fraudes. Assim, as famílias que cumprem os requisitos rigorosamente continuam com o direito ao auxílio. Já aqueles com irregularidades saem para dar lugar a quem mais precisa.

Saiba mais: Bolsa Família ANTECIPADO, confirma Lula

Adicional de R$ 200

Desde que Lula retornou ao Governo Federal como chefe do Executivo, fez questão de renovar o Bolsa Família para melhor.

Além de aumentar o valor da parcela fixa do benefício para R$ 600, o petista decidiu conceder alguns adicionais para famílias que mais necessitam.

Num primeiro momento, em meados do mês de março, Lula começou a repassar R$ 150 para famílias com crianças de até 6 anos de idade em casa.

Posteriormente, foi a vez das crianças e adolescentes com idades entre 7 e 18 anos receber um adicional, assim como gestantes e lactantes. Entretanto, esse grupo tem direito a R$ 50 extras, que, apesar de parecer pouco, faz a diferença em famílias maiores. Afinal, são benefícios cumulativos.

Além disso, o Governo decidiu fazer uma mudança no auxílio, propondo o pagamento de R$ 142 para cada integrante familiar. Logo, as famílias maiores recebem mais do que as menores, o que é justo.

A decisão de conceder um valor fixo para cada segurado ocorreu em função de que as chamadas famílias unipessoais recebiam o mesmo que famílias com mais indivíduos.

Inclusive, isso fez com que muitos brasileiros burlassem a lei e alegassem morar sozinhos para receber R$ 600, mesmo que dividissem a casa com outras pessoas.

Desse modo, com o aprimoramento da transferência de renda, pode ser que você consiga receber R$ 200 a mais no último pagamento do ano.

Portanto, assegure que seu CadÚnico esteja atualizado, a fim de sacar R$ 150 do Benefício Primeira Infância e R$ 50 do Variável Familiar.

Veja também: Abono natalino para beneficiários do Bolsa Família? Confira a novidade!