O que acontece se não pagar o IPVA? Veja as consequências dessa INADIMPLÊNCIA!

A data de pagamento de tributos está chegando e não pagar o IPVA pode te complicar. Portanto, veja as consequências e não perca tempo!

Você já parou para pensar no que realmente acontece quando decidimos não pagar o IPVA? Esse imposto, que muitas vezes pesa no orçamento, tem um papel crucial na manutenção dos nossos veículos em dia e na legalidade da nossa condução. 

Entretanto, deixar de pagá-lo pode trazer consequências bem mais caras do que o próprio valor do imposto. Confira abaixo alguns desses malefícios e repense o pagamento!

Você está preocupado com o que acontece se não pagar o IPVA? Pois deveria! Conheça as consequências.
Você está preocupado com o que acontece se não pagar o IPVA? Pois deveria! Conheça as consequências. / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Afinal, para que serve o IPVA?

Em resumo, o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) é uma taxa anual obrigatória destinada aos proprietários de veículos. 

Sua principal função é arrecadar fundos para os governos estaduais e municipais, que utilizam esses recursos em diversas áreas, como infraestrutura urbana, saúde e educação. 

O valor do IPVA é calculado com base no valor de mercado do veículo e pode variar de acordo com o estado e o tipo de veículo.

O que acontece se não pagar o IPVA?

Veja a seguir algumas consequências de não realizar o pagamento do imposto. 

Juros e multas cobram o preço da procrastinação

Primeiramente, ao deixar de pagar o IPVA dentro do prazo estipulado, que varia de acordo com o final da placa do veículo e o estado, você se sujeita a multas diárias que podem variar de 0,33% a 2,0%, além de juros baseados na taxa Selic

Esses valores adicionais podem transformar o débito inicial em uma dívida bem mais salgada.

Documentação em jogo

Em seguida, com o IPVA atrasado, você fica impossibilitado de regularizar o CRVL (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), documento essencial para a circulação legal do carro. 

Por exemplo, ser pego em uma blitz com o documento vencido pode resultar em multa gravíssima de R$ 293,47, sete pontos na CNH e retenção do veículo até a regularização.

O fantasma da dívida ativa

Ademais, muitos não sabem, mas o não pagamento do IPVA pode levar o nome do proprietário do veículo para a dívida ativa, uma espécie de “lista negra” dos devedores para com o governo, seja ele municipal, estadual ou federal. 

Isso não só suja o seu nome, como pode gerar complicações ainda maiores, como a impossibilidade de realizar financiamentos ou empréstimos.

Saiba mais: Você já viu a Ferrari com escada? Mas afinal, transportar escada no teto do carro dá multa?

Fique de olho na dívida ao não pagar o IPVA

Agora, se você suspeita que possa estar na dívida ativa por conta do IPVA, a melhor maneira de confirmar é através do portal da Procuradoria Geral do Estado ou da Secretaria da Fazenda. 

Manter-se informado e regularizar qualquer pendência o quanto antes é crucial para evitar maiores dores de cabeça.

Diversos problemas ao não pagar o IPVA

Em suma, não pagar o IPVA pode parecer uma solução momentânea para um aperto financeiro, mas as consequências dessa escolha podem ser bem mais graves e caras a longo prazo. 

Vale a pena refletir sobre a importância de manter esses compromissos em dia, não apenas pelo aspecto legal, mas também pela paz de espírito que a regularidade proporciona.

Quando posso ser isento do IPVA?

Por fim, existem várias situações que podem isentar um proprietário de veículo do pagamento do IPVA. 

Por exemplo, veículos adaptados para uso por pessoas com deficiência, táxis e veículos oficiais de entidades governamentais geralmente estão isentos. 

Além disso, muitos estados oferecem isenção para veículos antigos, com o critério de idade variando de 10 a 30 anos, dependendo da legislação local. 

Veículos de entidades filantrópicas e de educação e assistência social também podem ser elegíveis para isenção, desde que devidamente comprovado seu uso exclusivo para esses fins. 

A isenção do IPVA visa apoiar grupos específicos e incentivar práticas benéficas à comunidade.

Veja mais: Dicas exclusivas para SACAR o seu FGTS consiga agora!