Abril chega com NOVAS regras para o Bolsa Família; confira os procedimentos para MANTER o saque

O Bolsa Família vai chegar com mudanças positivas a partir de abril, mas é importante ficar atento às regras e atualizações no benefício.

Neste momento de transformações e ajustes, o governo federal acena para modificações significativas no Bolsa Família, visando aprimorar o alcance do programa para quem realmente precisa.

Com a última rodada de pagamentos alcançando mais de 20 milhões de famílias e um investimento que supera os 14 bilhões de reais, as expectativas estão altas. Confira mais detalhes.

Vai receber o Bolsa Família em abril? Confira as mudanças no benefício e fique de olho para não descumprir as regras vigentes!
Vai receber o Bolsa Família em abril? Confira as mudanças no benefício e fique de olho para não descumprir as regras vigentes! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Quanto é possível receber do Bolsa Família?

Para adentrar neste universo do Bolsa Família, primeiramente, é essencial ter seu Cadastro Único atualizado. Isso é a sua porta de entrada.

Considera-se elegível ao programa a família que possui uma renda per capita de até R$ 218 por mês, então é importante não ultrapassar essa marca.

Mas não é só isso: há também compromissos com a educação e saúde que precisam ser respeitados, como a garantia de que crianças e adolescentes frequentem a escola e o cumprimento dos protocolos de saúde vigentes.

O valor que cada família pode receber varia bastante. Isso porque o Bolsa Família opera com uma série de benefícios que se ajustam conforme a composição de cada núcleo familiar.

O benefício básico parte de R$ 600, mas há adicionais por criança, gestantes e bebês que podem aumentar esse montante significativamente. Confira:

  • R$ 150 por criança de até 6 anos;
  • R$ 50 para gestantes, crianças e adolescentes entre 7 a 17 anos;
  • R$ 50 para bebês de até seis meses.

Estes valores complementam o benefício básico, ajustando-se à composição familiar.

Acompanhe mais: Bolsa Família está BLOQUEANDO benefícios suspeitos; saiba como recuperar seus pagamentos rapidamente

Acesso ao benefício: cadastro e saque

A tecnologia vem para facilitar! Os beneficiados podem movimentar o valor recebido pelo aplicativo Caixa TEM, fazer uso do internet banking ou saques em pontos físicos espalhados pelo país.

Quanto ao cadastro, o passo inicial é se inscrever no Cadastro Único e aguardar a análise de elegibilidade, processo que ocorre através do CRAS da sua cidade.

Vale lembrar que o governo está sempre de olho, fazendo revisões periódicas para assegurar que apenas quem realmente se encaixa nos critérios permaneça no programa.

Saiba mais: Adicional de R$ 102,00 no Bolsa Família do próximo mês; veja se você tem direito

Fique de olho no calendário de abril do Bolsa Família!

O pagamento do Bolsa Família segue um calendário bem definido, distribuído conforme o último dígito do NIS do beneficiário.

Esse planejamento é crucial para evitar surpresas e garantir que tudo ocorra de maneira ordenada e tranquila. Confira:

  • NIS de final 1 – 17 de abril
  • NIS de final 2 – 18 de abril
  • NIS de final 3 – 19 de abril
  • NIS de final 4 – 22 de abril
  • NIS de final 5 – 23 de abril
  • NIS de final 6 – 24 de abril
  • NIS de final 7 – 25 de abril
  • NIS de final 8 – 26 de abril
  • NIS de final 9 – 29 de abril
  • NIS de final 0 – 30 de abril

Estas datas indicam quando cada grupo de beneficiários, conforme o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), pode esperar receber o pagamento do benefício.

A Caixa Econômica Federal é quem comanda os repasses, garantindo que, nos últimos dez dias úteis do mês, todos os beneficiários recebam o que lhes é devido.

Em dezembro, há ainda uma antecipação para que as famílias possam desfrutar das festividades com um pouco mais de conforto.

Não perca: Auxílio ESPECÍFICO do Bolsa Família foi congelado para brasileiros de NIS 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 0; sem previsão de retorno?