9 benefícios do Governo Federal que você pode ter DIREITO e não sabe

Conheça os dez benefícios vitais que você está perdendo por não estar inscrito no CadÚnico, a porta de entrada para uma gama de programas sociais do governo.

O Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do governo federal é fundamental para milhões de brasileiros que buscam apoio em serviços sociais.

Sendo a principal via de acesso a uma vasta gama de benefícios, sua importância transcende o simples cadastramento, representando um elo vital entre as políticas públicas e as famílias de baixa renda.

9 benefícios do Governo Federal que você pode ter DIREITO e não sabe
Conheça benefícios do Governo. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Como posso participar dos programas sociais?

Para participar, as famílias devem se inscrever no CadÚnico por meio de uma unidade do Centro de Referência e Assistência Social (CRAS), levando documentos como CPF ou título de eleitor e documentos de identificação de todos os membros da família.

As famílias elegíveis incluem aquelas com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou três salários mínimos por núcleo familiar.

Programas sociais

Alguns dos benefícios principais incluem o Bolsa Família, com investimentos superiores a R$ 34 bilhões anuais, e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que oferece um salário mínimo mensal a idosos e pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade.

Outros programas acessíveis através do CadÚnico são:

  1. Minha Casa Minha Vida: Facilita o acesso à moradia digna.
  2. Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE): Reduz o custo das contas de luz.
  3. Carteira do Idoso: Concede descontos em transportes coletivos interestaduais.
  4. Passe Livre para Pessoas com Deficiência: Garante acesso gratuito a transportes.
  5. Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec): Oferece cursos profissionalizantes gratuitos.
  6. Isenção da Taxa de Inscrição no ENEM e em Concursos Públicos.
  7. Programa Brasil Alfabetizado: Destinado a jovens e adultos que não tiveram acesso à alfabetização na idade apropriada.
  8. Água para Todos: Promove o acesso à água para consumo humano e irrigação.
  9. Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI): Combate o trabalho infantil.

Além desses, existem benefícios municipais e estaduais exclusivos para residentes de determinadas localidades, tornando o CadÚnico um recurso ainda mais valioso.

Quem pode se inscrever no CadÚnico?

Podem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) as famílias de baixa renda, especialmente aquelas com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou aquelas cuja renda total não ultrapassa três salários mínimos.

O CadÚnico é destinado a identificar e caracterizar as condições socioeconômicas dessas famílias, permitindo-lhes acesso a diversos programas sociais do governo federal, além de benefícios estaduais e municipais específicos.

Para efetivar a inscrição, o responsável familiar, preferencialmente mulher, deve dirigir-se ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência, levando consigo documentos pessoais seus e de todos os que compõem o núcleo familiar.

Este sistema busca abranger um espectro amplo de cidadãos que necessitam de suporte, incluindo desde famílias em situação de pobreza até indivíduos com deficiência, idosos e crianças que demandam acesso a direitos básicos como educação, saúde, moradia e alimentação.

Veja também: Golpe do CadÚnico pode te fazer PERDER seus benefícios: veja como evitar

É possível acessar benefícios estaduais e municipais pelo CadÚnico?

Sim, é possível acessar benefícios estaduais e municipais por meio do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Além de ser a porta de entrada para programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), o CadÚnico também funciona como um mecanismo para identificar famílias elegíveis para uma variedade de programas desenvolvidos por governos.

Esses programas podem incluir auxílios específicos para moradia, educação, saúde, assistência social, tarifas sociais de serviços públicos como água e energia elétrica, entre outros.

A inscrição no CadÚnico permite que as autoridades locais e estaduais acessem informações sobre as famílias em situação de vulnerabilidade, facilitando a implementação de políticas públicas direcionadas e a distribuição de recursos de maneira eficaz e focada nas necessidades de cada comunidade.

Portanto, estar cadastrado no CadÚnico abre um leque de oportunidades para que as famílias de baixa renda recebam o apoio necessário para melhorar sua qualidade de vida.

Veja também: O CadÚnico vai liberar 6 benefícios EXCLUSIVOS para quem está inscrito; veja a lista