13º salário recebe modificação e alteração já está valendo; idosos de TODOS os NIS serão afetados positivamente

Todos os anos, aposentados do INSS recebem o pagamento do 13º salário. Neste ano, portanto, não há diferenças. Entretanto, pode haver uma possibilidade de antecipação.

Em uma reviravolta que pegou muitos de surpresa, o INSS anunciou alterações significativas no cronograma de pagamento do 13º salário para aposentados e pensionistas em 2024.

A mudança, que quebra a tradição de antecipações observada nos últimos anos, principalmente devido à pandemia da COVID-19, ajusta o calendário de pagamentos para o segundo semestre. Confira!

O pagamento do 13º salário passou por algumas mudanças importantes que vão impactar segurados do INSS. Confira!
O pagamento do 13º salário passou por algumas mudanças importantes que vão impactar segurados do INSS. Confira! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Novo calendário de pagamento do 13º salário

A princípio, diferente dos anos anteriores, em que os aposentados puderam contar com uma antecipação do 13º salário, o novo cronograma estabelece que as duas parcelas do abono serão pagas nos meses de agosto e novembro.

Além disso, o INSS enfatiza que, dois dias antes do início do período de vigência do calendário, os segurados poderão consultar as datas e valores dos pagamentos.

Primeira parcela do 13º salário

Antes de mais nada, a primeira parcela, que corresponde a 50% do valor do benefício. Confira!

Um salário

  • NIS 1: 26 de agosto
  • NIS 2: 27 de agosto
  • NIS 3: 28 de agosto
  • NIS 4: 29 de agosto
  • NIS 5: 30 de agosto
  • NIS 6: 02 de setembro
  • NIS 7: 03 de setembro
  • NIS 8: 04 de setembro
  • NIS 9: 05 de setembro
  • NIS 0: 06 de setembro

Mais salários

  • NIS 1 e 6: 02 de setembro
  • NIS 2 e 7: 03 de setembro
  • NIS 3 e 8: 04 de setembro
  • NIS 4 e 9: 05 de setembro
  • NIS 5 e 0: 06 de setembro

Veja mais: HOJE (14/02) saiu a decisão do INSS e tabela que afeta brasileiros com salários entre R$ 1,4 mil e R$ 7 mil foi divulgada

Segunda parcela do 13º salário

A segunda parcela, igualmente correspondente a 50% do benefício, mas com descontos do INSS e Imposto de Renda. Veja a seguir.

Um salário

  • NIS 1: 25 de novembro
  • NIS 2: 26 de novembro
  • NIS 3: 27 de novembro
  • NIS 4: 28 de novembro
  • NIS 5: 29 de novembro
  • NIS 6: 02 de dezembro
  • NIS 7: 03 de dezembro
  • NIS 8: 04 de dezembro
  • NIS 9: 05 de dezembro
  • NIS 0: 06 de dezembro

Mais salários

  • NIS 1 e 6: 02 de dezembro
  • NIS 2 e 7: 03 de dezembro
  • NIS 3 e 8: 04 de dezembro
  • NIS 4 e 9: 05 de dezembro
  • NIS 5 e 0: 06 de dezembro

Impacto do aumento do salário mínimo

Ademais, com o aumento do salário mínimo para R$1.412, o INSS recalculou todos os benefícios para se alinharem ao novo piso salarial nacional desde o primeiro dia de janeiro.

Ou seja, essa alteração reflete diretamente no valor do 13º salário dos aposentados e pensionistas, garantindo um reajuste significativo.

Quem tem direito ao 13º salário?

Em suma, o 13º salário do INSS é destinado a aposentados, pensionistas e outros segurados que receberam algum tipo de benefício previdenciário desde maio.

Aliás, é importante destacar que beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) e da renda mensal vitalícia não têm direito ao abono.

Fique atento!

Por fim, as mudanças no cronograma de pagamento do 13º salário do INSS para 2024 representam uma nova realidade para os idosos, que precisarão se adaptar ao novo esquema de pagamentos.

Embora a ausência da antecipação possa causar surpresa, é crucial que todos os beneficiários se mantenham informados e organizem seus planejamentos financeiros de acordo com as novas datas estabelecidas.

Confira: INSS com aumento, Bolsa Família reajustado e mais; fevereiro chega com 3 anúncios de dinheiro EXTRA