Espécie de “13º salário” antecipado em janeiro? Bancos aprovam a antecipação e brasileiros comemoram

Saiba como os bancos estão antecipando o 13º salário do INSS em janeiro, com novo valor, e por que isso é tão importante para aposentados e pensionistas.

A antecipação do 13º salário, uma tradição anual no Brasil, sempre foi aguardada com ansiedade por aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A boa notícia é que, neste ano, os bancos estão surpreendendo ao disponibilizar essa antecipação já no mês de janeiro, trazendo alívio financeiro para muitos brasileiros em um momento crucial.

Esta antecipação, que inclui um novo valor, tem sido motivo de comemoração em todo o país, e vamos entender como isso está acontecendo. Portanto, siga a leitura.

13º salário do INSS.
Descubra as surpreendentes mudanças na antecipação do 13º salário do INSS em janeiro, incluindo seu novo valor e como solicitá-lo. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

O que é o 13º salário?

O 13º salário é uma parcela adicional de renda que os trabalhadores brasileiros recebem anualmente. Com o passar do tempo, o abono se tornou um importante instrumento para o planejamento financeiro das famílias.

Para os aposentados e pensionistas do INSS, essa parcela é ainda mais significativa, muitas vezes sendo utilizada para cobrir despesas extras, presentes de fim de ano ou até mesmo para reforçar a poupança.

Leia mais: PIX liberado hoje: Descubra se você tem direito a sacar mais de R$ 800,00 na Caixa

Bancos vão antecipar o 13º salário em 2024?

Em janeiro deste ano, uma notícia surpreendente veio a público: os bancos estão oferecendo aos beneficiários do INSS a possibilidade de antecipar até 100% do 13º salário de 2024 de forma imediata.

Na prática, isso significa que os aposentados e pensionistas não precisam mais esperar pelo anúncio oficial do governo para obter esse recurso tão importante.

Novo valor e aumento

É importante destacar que essa antecipação já incorpora o novo valor do benefício. Trata-se de aumento de 6,97% para aqueles que recebem o salário mínimo e de 3,71% para aqueles cujos ganhos ultrapassam o valor de R$ 1.412.

Em outras palavras, significa que a antecipação não só está disponível de forma mais rápida, mas também oferece um montante maior para os beneficiários.

Como funciona a antecipação do 13º salário?

Após a aprovação da antecipação, o dinheiro é liberado imediatamente. Dessa forma, os bancos receberão sua parte quando o governo efetuar o pagamento da segunda parcela do 13º salário para todos os segurados.

No entanto, é importante ressaltar que essa antecipação funciona de maneira semelhante a um empréstimo consignado.

Portanto, é preciso solicitar com responsabilidade, isto é, somente se for realmente necessário.

Quem pode solicitar a antecipação?

De acordo com informações vazadas na Internet, aqueles que receberam aposentadoria, pensão por morte, auxílio-acidente e auxílio-reclusão no último ano têm direito de solicitar essa antecipação.

Isso representa uma boa notícia para muitos brasileiros que dependem desses benefícios para sua subsistência.

Em resumo, a antecipação do 13º salário do INSS em janeiro, com seu novo valor e disponibilização pelos bancos, representa um alívio financeiro bem-vindo para muitos brasileiros, especialmente para os aposentados e pensionistas que enfrentam desafios econômicos.

No entanto, é crucial lembrar que a solicitação dessa antecipação deve ocorrer com responsabilidade, considerando suas necessidades financeiras individuais.

Estas mudanças trazem um novo horizonte para a forma como os brasileiros lidam com seu planejamento financeiro anual.

Não deixe de ler: DEFINIDO o 13º salário dos idosos? Confira o valor e possíveis datas para pagamento em 2024

13º do INSS vai sair mais cedo em 2024?

O pagamento do 13º salário aos beneficiários do INSS em 2024 seguirá um cronograma diferente do ano anterior.

Em 2023, o governo federal antecipou os repasses para maio e junho, mas para 2024 não há previsão de antecipação. Os pagamentos estão programados para ocorrer nos meses de agosto e novembro.

Os beneficiários elegíveis para receber o 13º incluem aqueles que recebem auxílio por incapacidade temporária, auxílio-acidente, aposentadoria, pensão por morte ou auxílio-reclusão. O cálculo do valor a ser recebido é baseado na renda mensal do benefício de dezembro de cada ano.

A primeira parcela do 13º, que corresponde a até 50% do valor do benefício, será paga em agosto. Já a segunda parcela, prevista para novembro, corresponderá à diferença entre o valor total do abono anual e o da primeira parcela. Ambas as parcelas serão pagas junto com o benefício mensal dos segurados.