Home / Pronatec 2016 / Redação do ENEM 2016 – Evite Erros

Redação do ENEM 2016 – Evite Erros

Veja 5 erros que devem ser evitados e que muitas vezes passam despercebidos pelos candidatos na hora de realizar a redação do ENEM. Dicas ENEM 2016.

Erros que você deve evitar na redação do ENEM 2016.

O Enem está chegando e aqui está uma lista com alguns erros comuns que você deve evitar.

Com as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) cada vez mais próximas, lembramos algumas dicas que podem ajudar na hora de desenvolver um dos principais períodos do exame: a redação.

http://pronatec.pro.br

Além dos erros básicos de ortografia, as redações do Enem exigem um cuidado por parte do aluno em relação à estrutura e vícios de linguagem. A seguir, alguns erros na redação que devem ser evitados e que muitas vezes passam despercebidos pelos candidatos ao Exame Nacional.

  1. Escrever em primeira pessoa do singular

Até hoje todas as sugestões de redação do Enem foram voltadas para a produção de um texto dissertativo-argumentativo. Nesse tipo de escrita é necessário o uso da terceira pessoa do singular.

Devem ser evitados termos como “eu acho que”, “eu acredito que” ou “na minha opinião”. Além de fugir do uso da terceira pessoa do singular, estes termos se afastam da impessoalidade que é proposta no desenvolvimento da redação.

Exemplo de como NÃO fazer: “Eu acho que o Brasil é um país em desenvolvimento”.

O uso do pronome “eu” acaba transmitindo uma opinião pessoal e esta não é a intenção de um texto argumentativo.

Exemplo de como fazer: “O Brasil é um país em desenvolvimento”.

A objetividade proposta pelo texto dissertativo-argumentativo aparece nessa segunda sentença.

  1. Fugir do tema proposto

Um erro comum por parte dos candidatos é não falar sobre o tema proposto da forma como lhe é indicada. Assim como aconteceu em outros anos, é possível o tema da redação do Enem 2016 seja complexo e exija que o aluno escreva apenas sobre mais do que um aspecto.

Por exemplo, a edição de 2013 do Enem contou como tema da redação a Lei Seca no Brasil. Era necessário, porém, que os alunos desenvolvessem sobre as implicações da implantação da lei no país. Aqueles candidatos que apenas falaram sobre a Lei Seca de forma geral e não apontaram suas implicações, acabaram com uma nota ruim.

  1. Frases muito longas

Os maiores erros no uso de longos períodos dentro de um texto são relacionados ao problema de coesão. O excessivo uso de conectivos dentro de uma redação faz com que a chance de erros aumente. O aluno, nesse caso, passa a lidar com um grande problema fundamento que é a compreensão de suas ideias através do texto.

Em média, uma frase considerada longa tem mais de 25 palavras. O indicado é escrever frases de cerca de 15/20 palavras.

  1. Ambiguidade

Podemos definir por ambiguidade uma única frase com diferentes sentidos. Esse erro surge em textos mal elaborados e geralmente, acompanhados do “atropelo de ideias” por parte do autor.

Esse erro sempre confunde a interpretação do leitor já que o excesso de sentidos (muitas vezes contraditórios) abrem margens grandes para interpretação – o que não é ideal em um texto dissertativo-argumentativo.

Exemplo: “Está acontecendo no Senado uma discussão sobre o recebimento de propina”.

A discussão que está acontecendo é sobre o recebimento de propina dentro do Senado ou é uma discussão em âmbito geral?

Esse tipo de abordagem não deve ser usado, portanto. O candidato do Enem 2016 deve ser o mais específico possível na sua redação.

  1. Desrespeitar os direitos humanos

No ano de 2015, cerca de 10 mil redações receberam a nota zero por apresentar propostas de intervenção social consideradas absurdas e que desrespeitam os direitos humanos.  Cerca de 20% das anulações de provas foram motivadas por esse critério.

São exemplos de violação aos direitos humanos: incitar violência (“fazer justiça com as próprias mãos”, por exemplo); sugerir castigos e/ou punição; incitar o preconceito (seja ele qual for).

Posicionar-se diante do tema (sugestão de uma das cinco competências para redação na cartilha do Enem 2016) não significa apenas indicar uma opinião. O candidato deve apresentar propostas factíveis e que levem a uma possível solução para um problema proposto pelo tema.

Conheça os locais de prova do Enem 2016

O MEC (Ministério da Educação) disponibilizou, na tarde de quarta-feira, 19/10, os locais de prova da edição do ENEM  2016. Os inscritos já podem realizar a consulta, através do site oficial: http://enem.inep.gov.br/participante/.

Pelotas-RS Brasil

SObre Pronatec

Veja Também

http://pronatec.pro.br

Média ENEM 2016

Média ENEM 2016 – Saiba como funciona Entenda como funcionam os resultados obtidos no Exame ...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *